John Piper: “É urgente compartilharmos Cristo com nossos familiares não salvos”

Pastor destaca pontos que devem ser compartilhados com seriedade, pois o que está em jogo é a vida eterna.

fonte: Guiame, com informações do Faith Wire

Atualizado: Terça-feira, 16 Abril de 2019 as 11:28

John Piper prega na Conferência The Gospel Coalition, realizada em abril de 2019. (Foto: Reprodução/TGC)
John Piper prega na Conferência The Gospel Coalition, realizada em abril de 2019. (Foto: Reprodução/TGC)

Quando se trata de alcançar os membros da nossa família não salvos, precisamos ser mais assertivos ao falar a verdade para eles, enfatizou John Piper na conferência The Gospel Coalition, em 2019, no início deste mês.

Em seu sermão na conferência, Piper, um conhecido teólogo reformado, explicou a urgência que os crentes deveriam sentir ao compartilhar a palavra de Deus com seus entes queridos que não são crentes.

Em primeiro lugar, John Piper diz que é preciso relatar as boas novas a eles. Ele lembrou ao público do evento que ainda há muitas pessoas ao redor do mundo que não sabem quem é Jesus, nem sabem quanto impacto ele pode ter em suas vidas.

“Eles podem ter ouvido falar de Jesus, ou visto alguém compartilhar versos bíblicos nas mídias sociais, mas eles podem nunca ter ouvido a mensagem da graça que todos nós estamos desesperados para ouvir”, explicou. “Comece simplesmente compartilhando com eles”, disse.

Piper disse que também é importante dizer-lhes a seriedade do Evangelho. “Compartilhe com eles como Jesus sofreu por nós, como Ele morreu por nós e como Ele ressuscitou para nós”, orientou.

O pastor chamou a atenção da palteia ao perguntar: “Você não vê? Esta é a maior pessoa que já existiu. Isso é beleza. Isso é glória. Isso é valor. Isso é tudo. Você não vê?”

Piper disse ainda que é preciso alertar os entes perdidos sobre os perigos de não conhecer Jesus. O pastor pediu ao público que falasse de forma séria com os incrédulos, para contar a eles sobre o dia em que Jesus retornará e o peso que eles levarão para a eternidade se eles não O reconhecerem nesta vida

Ele ainda exortou os crentes a enfatizarem que a vida na Terra é passageira, que a eternidade é para sempre, e mostrar-lhes porque “guardar tesouros na Terra não é nada comparado ao que o Céu promete”.

Piper ministrou que ao falar sobre Deus com os entes queridos não salvos, é preciso dizer sobre a alegria que está por vir. “Depois de falar sobre a vida eterna, conte sobre a glória que virá do retorno de Jesus - que é importante para os cristãos negar a si mesmos e olhar para Deus”, lembrou.

Piper citou Marcos 8:34-38, em que Jesus pede que a multidão pegue suas cruzes e O siga, ou seja, Jesus insta a multidão a deixar para trás suas vidas mundanas.

veja também