Menino fica sem batimentos por 10 minutos, vê o Céu e volta: “Deus disse que não era hora”

“Muitos passaram a crer em milagres pois Nicolas é um”, testemunhou o pai ao Guiame.

Fonte: Guiame, Cássia de OliveiraAtualizado: quarta-feira, 20 de abril de 2022 15:25
Ao acordar no hospital, o menino contou aos pais que esteve no Céu. (Foto: Ulisses Rizzo).
Ao acordar no hospital, o menino contou aos pais que esteve no Céu. (Foto: Ulisses Rizzo).

O menino Nicolas, de 11 anos, chamou a atenção da imprensa espanhola, após sobreviver milagrosamente a uma parada cardíaca de 10 minutos, sem sequelas. Filho de cristãos brasileiros, Nicolas mora com a família na cidade de Alicante, na Espanha

Em entrevista exclusiva ao Guiame, o pai Ulisses Rizzo contou como Deus salvou o seu filho e relatou a visão que o menino teve do Céu. “Ainda não me recuperei do susto! Mas Deus é bom!”, brincou Ulisses, ao relembrar como tudo aconteceu.

No início de dezembro do ano passado, o pai levou Nicolas, que é apaixonado por futebol, em um teste para voltar a treinar no Clube Jove Español de San Vicente. O menino, na época com 10 anos, entrou em campo com muita vontade de ser aprovado e começou a fazer os exercícios, bastante ansioso.

Porém, da arquibancada, o pai notou que algo estava errado com o filho. “Quando começou a jogar, vi ele se sentindo mal, se agachando de cansaço. Ele se sentou um pouco do lado do campo”, contou o cristão.

Nicolas saiu por três vezes do campo para se sentar e descansar. Na última vez, quando levantou para voltar a jogar, o menino sofreu uma parada cardíaca e caiu no chão.

“Eu estava na arquibancada com meus filhos pequenos de 2 e 6 anos. Fiquei sem reação e desci correndo. Quando cheguei no meio de campo, ele estava apagado, sem respirar e sem pulsação”, disse Ulisses.

O pai desesperado testemunhou a providência divina, quando uma enfermeira que estava no clube exatamente naquele dia, chegou para fazer os primeiros socorros. 

“Normalmente não há enfermeiros nem socorristas no clube. Por milagre de Deus, nesse tinha uma enfermeira com experiência em primeiros socorros, fazendo RCP nos treinadores”, explicou ele.

A enfermeira e um treinador levaram Nicolas para o estacionamento do clube, para esperar a ambulância. Lá, ela iniciou a massagem cardíaca. Depois de alguns minutos, dois policiais com um desfibrilador portátil chegaram e o aparelho auxiliou na reanimação do menino.

“Enquanto isso eu estava de joelhos gritando e pedindo a Deus para devolver a vida ao meu filho”, contou Ulisses. Após ficar 10 minutos sem batimentos, Nicolas voltou a respirar. A ambulância demorou cerca de meia hora para chegar ao local.

Segundo o cristão, o filho chegou ao hospital desmaiado e foi logo internado na UTI. Mais tarde no mesmo dia, Nicolas despertou, mas estava sem memória.

“Ele fazia perguntas repetitivas e não se lembrava do que havia acontecido. A doutora disse que foi como se seu cérebro tivesse um back-up”, comentou Ulisses.

Encontro com Deus nos portões do Céu

Dois dias depois, o quadro de saúde do menino se normalizou, ele recuperou a memória e contou aos pais a experiência sobrenatural que teve enquanto estava sem batimentos. De acordo com Nicolas, ele esteve nos portões do Céu, um lugar muito bonito, o comparando com a cena que viu no filme cristão “Milagre no Paraíso".

O menino diz que desejou entrar pela grande “porta dourada”, guardada por dois anjos, porque sentia muita paz, porém ele ouviu a voz de Deus, lhe dizendo que não era o momento, porque ainda tinha que cumprir sua missão na Terra. 

“Deus disse que não era a minha hora”, contou Nicolas, em vídeo gravado pela mãe Priscila. E neste momento, ele despertou no hospital. 

Ulisses observou que ele e a esposa sempre conversaram sobre a realidade do Céu e do inferno, do bem e do mal, com o filho. “É uma criança muito temente a Deus. Ele é baterista na nossa igreja”, disse.

Testemunha do poder de Deus


Nicolas entregou um prêmio aos dois policiais no evento “Gala de Los Importantes”. (Foto: Reprodução/Ulisses Rizzo).

Após uma semana em observação no hospital e fazendo exames, foi detectada uma arritmia cardíaca durante a noite, enquanto Nicolas dormia. 

O menino passou por uma cirurgia no coração e agora, toma apenas medicação para evitar arritmias. “Hoje, ele leva sua vida normal! Sem sequelas”, celebrou o pai. 

Neste ano, Nicolas reencontrou os policiais que fizeram os primeiros socorros e foram usados por Deus para o salvar. O menino entregou um prêmio aos dois profissionais no evento “Gala de Los Importantes”, que homenageia os heróis de Alicante. 

"Aqui na Espanha, repercutiu muito a história! Muitos passaram a crer em milagres, pois Nicolas é um”, contou Ulisses. De acordo com o pai, muitas pessoas, incluindo ateus, passaram a crer em Deus ao saberem do testemunho sobrenatural de Nicolas.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições