Menor parte dos evangélicos leem a Bíblia diariamente, diz pesquisa

Segundo uma pesquisa da LifeWay Research, apenas 32% dos evangélicos que frequentam a igreja regularmente têm o hábito de ler a Bíblia todos os dias.

fonte: Guiame, com informações da Baptist Standard

Atualizado: Sexta-feira, 26 Julho de 2019 as 9:37

Apenas um terço dos evangélicos que frequentam uma igreja lê a Bíblia todos os dias. (Foto: Getty Images)
Apenas um terço dos evangélicos que frequentam uma igreja lê a Bíblia todos os dias. (Foto: Getty Images)

Muitos evangélicos que frequentam a igreja regularmente são inconsistentes na leitura e reflexão da Bíblia, de acordo com um estudo da LifeWay Research realizado nos Estados Unidos.

Apenas um terço dos entrevistados que frequentam uma igreja evangélica regularmente (32%) lê a Bíblia todos os dias. Outros 27% lê algumas vezes por semana.

Um grupo menor (12%) lê apenas uma vez por semana, 11% algumas vezes por mês e 5% uma vez por mês. Outros 12% admitem que raramente ou nunca lêem a Bíblia.

Frequentadores de igreja entre 50 e 64 anos têm maior probabilidade de ler a Bíblia todos os dias (35%) do que adultos com menos de 50 anos (30%).

Aqueles que frequentam a igreja quatro vezes por mês ou mais (34%) têm maior probabilidade de ler diariamente do que aqueles que têm menor frequência (27%).

“A oração de Jesus por seus seguidores era que eles seriam santificados pela verdade da Palavra de Deus. Não é de surpreender que a vida daqueles que passam mais tempo lendo a Bíblia seja mais parecida com Cristo”, disse Scott McConnell, diretor executivo da LifeWay Research.

Efeitos de longo alcance

Em um estudo de 2016 sobre pais evangélicos que frequentam igrejas, a LifeWay Research descobriu que a leitura regular da Bíblia na infância é o fator que mais influencia na saúde espiritual dos jovens. A pesquisa recente descobriu que a leitura da Bíblia na vida adulta tem efeitos de longo alcance semelhantes.

Os fiéis foram questionados se eles refletem sobre as verdades bíblicas ao longo do dia e se gastam tempo com Deus quando passam vários dias sem ler a Bíblia. As respostas a essas perguntas estão intimamente ligadas à regularidade da leitura da Bíblia.

Entre os fiéis que dizem ler a Bíblia todos os dias, 51% pensam nas verdades bíblicas durante o dia. Entre aqueles que lêem a Bíblia algumas vezes por semana, 32% dizem o mesmo. Isso cai para 20% entre os que lêem as Escrituras uma vez por semana ou algumas vezes por mês e 9% entre os que lêem uma vez por mês ou menos.

“Este é um caso em que a ação de ler a Bíblia influencia os pensamentos de alguém”, disse McConnell. “Essa atenção plena nas verdades de Deus tem benefícios adicionais de influenciar outras ações e discursos”.

Você sente falta de passar tempo com Deus?

Um terço dos evangélicos (33%) concorda fortemente que passam tempo com Deus se ficarem vários dias sem ler a Bíblia. Outros 58% concordam um pouco. Cerca de 20% discorda e 22% não têm opinião.

Quanto mais regular o hábito de leitura da Bíblia, mais é provável que os frequentadores de igreja sintam falta desse tempo com Deus. Entre os protestantes que lêem a Bíblia todos os dias, 65% concordam fortemente. 

Esse número é cortado pela metade entre aqueles que lêem as Escrituras algumas vezes por semana (32%). Ele continua diminuindo entre aqueles que lêem uma vez por semana ou algumas vezes por mês (13%) e entre aqueles que lêem uma vez por mês ou menos (6%).

“Uma indicação de que a leitura da palavra de Deus é benéfica é o quanto os leitores sentem falta depois de não ler por alguns dias”, disse McConnell. “Isso se encaixa com a própria descrição da Bíblia de si mesmo como sendo ‘viva e eficaz’”.

A pesquisa online abordou 2.500 protestantes entre 14 e 29 de janeiro de 2019. Os analistas buscaram equilibrar gênero, idade, região, etnia, renda e afiliação denominacional. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

veja também