“Minhas paixões foram transformadas”, diz homem que se entregou a Cristo após overdose

A vida dupla de Jeff Durbin, como cristão e usuário de drogas, desmoronou quando ele teve uma overdose de ecstasy.

fonte: Guiame, com informações do God Reports

Atualizado: Quarta-feira, 31 Março de 2021 as 10:41

Jeff Durbin é pastor da Igreja da Apologia e ativista antiaborto. (Foto: Reprodução / Facebook)
Jeff Durbin é pastor da Igreja da Apologia e ativista antiaborto. (Foto: Reprodução / Facebook)

O Pr. Jeff Durbin é conhecido ativista antiaborto e líder da Apologia Church, em Phoenix, no estado do Arizona. Mas nem sempre foi assim. O cristianismo que praticava era superficial, e ele levava uma vida dupla, sendo, ao mesmo tempo, cristão e usuário de drogas, até que tudo desmoronou quando Jeff teve uma overdose de ecstasy.

Jeff testemunhou à CBN News sobre aquele momento: “Eu sei que estou morrendo. Estou morrendo. É aqui que tudo termina, e eu reconheci que não há como controlar isso. Neste ponto, provavelmente ainda tenho poucos minutos restantes antes de desmaiar."

Ele conta também que seu envolvimento com drogas começou depois de uma infância de disciplina e treinamento como competidor de artes marciais, que praticou dos quatro aos 16 anos.

“Eu estava em uma equipe nacional de caratê competindo em campeonatos mundiais, internacionais e nacionais”, diz ele. "Essa era a minha vida."

Com cinco faixas pretas, Jeff interpretou Michelangelo e Donatello na franquia "Teenage Mutant Ninja Turtles" (Tartarugas Ninjas) e também Johnny Cage em "Mortal Combat".

Foi nessa época que, em uma noite, zapeando os canais de TV ele ouviu Billy Graham e entregou seu coração a Jesus. Jeff não foi criado em um lar cristão.

“Lembro que algo mudou completamente”, diz ele. “Na minha mente, em termos de como eu pensava sobre Jesus e a Bíblia, eu imediatamente me tornei a pessoa que estava interessada em ler a Bíblia e falar às pessoas sobre Jesus.”

‘Um pé na igreja outro no mundo’

A transformação da vida de Jeff havia sido apenas parcial. Além de competir no caratê, ele gostava de flertar com as garotas e satisfazer seus desejos.

“Se você tivesse me visto em uma sexta-feira ou sábado à noite, muitas vezes você não saberia que eu era um cristão porque estava vivendo com um pé no cristianismo e outro no mundo”, lembra.

Jeff se casou com sua namorada do colégio, mas continuou a participar de baladas e levar vida de solteiro. Ele conta que, ao experimentar o ecstasy, gostou e experimentou repetidas vezes.

Ao usar drogas e desaparecer por um ou dois dias, dizia à esposa que estava trabalhando. “Eu tomava ecstasy, cocaína, pílulas de álcool, o que quer que estivesse disponível”, lembra, enquanto ela tentava cuidar do filho deles, de 1 ano.

Apesar da vida festeira, Jeff era um planejador financeiro de sucesso

Overdose

Uma noite, durante uma ‘viagem de ecstasy’, seu coração começou a bater descontroladamente e seu corpo superaqueceu. A morte estava chegando e ele podia sentir isso.

“Foi o único momento naquele ano em que havia alguma clareza sobre quem eu era e o que estava acontecendo, e lembro que disse a Deus: 'Por favor, não me mate ainda. Deixe-me sair dessa ... me tire dessa."

De repente, seu coração desacelerou.

“Foi como se eu tivesse saído completamente da experiência física mais horrível da minha vida, onde estava prestes a morrer, e instantaneamente me sentir como se nunca tivesse acontecido aquilo”, contou.

Mas a mudança veio completamente em sua vida, quando Jeff perdeu tudo em um dia: seu carro foi confiscado, sua luz foi desligada, um aviso de despejo estava na porta de sua casa e ele foi demitido de seu trabalho.

Começo da transformação

Sentado em casa com sua esposa e filho pequeno, ele avaliava sobriamente sua vida.

“Tudo o que eu tinha naquele momento era ouvir a Deus”, diz ele.

Deus falou ao seu coração e Jeff finalmente ouviu.

“Eu só me lembro de estar completamente quebrado”, diz ele. “Eu me vi como eu era, um rebelde, um mentiroso.”

Ele se lembra de ter feito uma oração com poucas palavras: “Por favor, salve-me, salve-me. Você é o chefe. Você me diz o que fazer. Salve-me do meu pecado.”

Esse foi o começo da transformação na vida de Jeff.

“Eu teria continuado até estar morto na terra”, diz ele. “Não há dúvidas sobre isso. Por que não estou ficando bêbado hoje? Porque minhas paixões foram totalmente transformadas.”

Hoje Jeff é pastor na Igreja Apologia. Ele e sua esposa estão casados ​​há 20 anos e têm uma família numerosa.

Ele trabalhou como capelão em uma instalação de tratamento de drogas.

“É a boa notícia que recebo Deus”, diz ele. “É a boa notícia que tenho paz com Deus. É uma boa notícia ter sua presença. É uma boa notícia que ele cumpriu todas as suas promessas.”

 

veja também