"Não há nada que Deus não possa fazer", disseram pais de menino resgatado na Tailândia

Os pais do garoto agradeceram a Deus por ele ter saído vivo da caverna junto com seus amigos.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Domingo, 15 Julho de 2018 as 12:14

Os meninos foram explorar na caverna e ficaram presos dentro devido a inundações. (Foto: Xinhua).
Os meninos foram explorar na caverna e ficaram presos dentro devido a inundações. (Foto: Xinhua).

Os pais de um dos 12 garotos que, junto com seu técnico de futebol, foram resgatados de uma caverna na Tailândia depois de ficarem presos por duas semanas, agradeceram a Deus pela segurança dos garotos e disseram que "não há nada que Deus não possa fazer".

"Agradeço a Deus. Estou muito agradecido por eles terem encontrado meu filho e todos os 13 estão vivos", disseram os pais do menino, que recebe ajuda do grupo cristão Compassion, segundo o Christian Institute.

Os garotos, com idade entre 11 e 16 anos, e seu técnico de futebol foram resgatados na última terça-feira (10) da caverna inundada de Tham Luang, na província de Chiang Rai, na Tailândia, onde ficaram presos por 17 dias.

Todos eles foram hospitalizados e permanecerão em por semanas devido ao enfraquecimento do sistema imunológico, informaram os relatórios.

As autoridades provavelmente também procurarão por sinais de histoplasmose, que é conhecida como "doença das cavernas", uma infecção que "é causada pela inalação de esporos encontrados em excrementos de pássaros e morcegos", segundo a Mayo Clinic.

"Estou tão feliz e tão grato por ver meu filho novamente. Muito obrigado a todos que estiveram orando por nós, pelos meninos e nos ajudando. Obrigado", acrescentaram os pais, que frequentam a Igreja Maesai Grace na Tailândia.

"Estamos tão felizes em ouvir que nosso filho está fora da caverna e que vamos recebê-lo em casa. É o amor que Deus dá à nossa família. Deus é grande amor e não há nada que Ele não possa fazer", acrescentaram.

A terceira fase da operação de alto risco envolveu 19 mergulhadores que entraram na caverna e extraíram os quatro meninos restantes e seu treinador, informou a CBS no início desta semana. A operação de resgate durou nove horas, a partir do momento em que os mergulhadores entraram pela primeira vez na caverna até a última pessoa a ser trazida para fora. Os outros oito meninos sairam no domingo e na segunda-feira.

Os meninos foram explorar na caverna e ficaram presos dentro devido a inundações. Os socorristas não conseguiram localizá-los por causa das altas águas. A popular produtora cristã Pure Flix disse que esta história será o próximo filme de Hollywood.

veja também