“Nos tornamos estrelas e o gospel corroeu a essência da adoração”, diz Ana Paula Valadão

Em ministração para adoradores, a líder de louvor fez uma chamada para o resgate da adoração bíblica e genuína.

Fonte: Guiame, Cássia de OliveiraAtualizado: sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022 15:46
Ana Paula Valadão fez uma chamada para o resgate da adoração bíblica e genuína. (Foto: Instagram/Ana Paula Valadão).
Ana Paula Valadão fez uma chamada para o resgate da adoração bíblica e genuína. (Foto: Instagram/Ana Paula Valadão).

A cantora e compositora Ana Paula Valadão chamou a atenção para a perda da essência da adoração na Igreja contemporânea. O alerta foi feito recentemente, durante uma ministração para adoradores, à convite da Unimusic, uma distribuidora de música cristã.

Em vídeo, a líder do Diante do Trono relatou sua experiência no Retiro de Composição do Revere Life, em Nashville, nos Estados Unidos, uma iniciativa da produtora americana Integrity Music. 

O Retiro, que aconteceu em agosto de 2021, reuniu cantores e compositores cristãos de diferentes gerações, americanos e hispanicos, para receberem ensinamento bíblico sobre adoração, e compor e gravar canções juntos.

Entre os ensinamentos recebidos, Ana Paula destacou a transformação que a adoração sofreu ao longo de sua história até se tornar mercadoria pela indústria da música gospel.

“Nos últimos 100 anos conseguimos mudar a essência da adoração que estava presente há 2 mil anos e até mais, pelos 6 mil anos de adoração na Terra”, avaliou a ministra de louvor. E alertou: “Nós nos tornamos estrelas da música cristã. A indústria da música gospel corrompeu e corroeu esta essência”.

Ausência de reverência na adoração


Ana Paula Valadão fez uma chamada para o resgate da adoração bíblica e genuína. (Foto: Instagram/Revere Life).

Lembrando que nossas ênfases teológicas e doutrinárias são reveladas nas composições, a cantora ainda destacou o problema atual da falta de reverência em muitos louvores, incentivando a uma intimidade desrespeitosa com Deus.

As canções que mostram Deus como Pai, “levam a uma intimidade sem nenhuma reverência e temor. Porque esse pai se tornou quase uma figura de avó, sem nenhuma disciplina”, disse Valadão.

Para a cantora, o genuíno louvor se perdeu ao longo do tempo e a Igreja chegou ao ponto de entoar canções centradas no homem, ao invés de serem centradas em Deus. “Chegamos a uma canção que fala muito mais da minha intensidade em adorar. ‘Eu quero te adorar, eu amo te adorar’. Falamos muito do eu, mas falamos muito pouco Dele”, criticou.

Ana Paula Valadão fez um chamado aos adoradores brasileiros para resgatarem a essência e a perspectiva bíblica da adoração em suas composições. “Como influenciadores da música cristã da nossa nação e até entre outras nações, nós somos responsáveis por compor, cantar e ensinar uma adoração verdadeiramente do Trono, que só tem olhos para Deus”, ressaltou.

Canções para a igreja local

A cantora também disse que outro ensinamento que aprendeu no Retiro em Nashville foi sobre criar canções que podem ser reproduzidas na igreja local. Ana Paula enfatizou a importância de uma adoração acessível, sem muita produção e autêntica, focada na adoração coletiva.

“Eu repensei muito de meus valores. Tudo teve o seu lugar na história, mas muitas vezes, o que nós fazemos é afastar as pessoas do ideal, afastar as pessoas criando uma impressão de que na minha igreja eu não posso viver aquilo que estou assistindo e admirando”, disse a líder.

“Então, quanto mais nós trouxermos nossas canções para a realidade, que pode ser reproduzida e que pode inspirar outros, quanto mais nós fizermos isso, mais vamos estar alinhando nosso coração com o coração do Senhor”, concluiu.

O Retiro de Composição que Ana Paula Valadão participou resultou no álbum “Unscripted - Ancient Of Days”, gravado em momentos de adoração com líderes de louvores, sem roteiro programado.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições