“O casamento só vai bem a três: o marido, a mulher e Deus”, ensina pastor

O pastor Joel Engel ministrou sobre os princípios da vida a dois.

Fonte: Guiame, Luana NovaesAtualizado: quinta-feira, 16 de junho de 2022 15:38
Pr. Joel Engel e sua esposa, Mara Engel. (Foto: Instagram/Mara Engel)
Pr. Joel Engel e sua esposa, Mara Engel. (Foto: Instagram/Mara Engel)

O que faz um casamento ser durável e feliz? O pastor Joel Engel ministrou sobre os princípios da vida a dois durante um culto de Santa Ceia nesta terça-feira (14). “Deus usa a analogia do casamento para simbolizar como deve ser a nossa comunhão com Ele. O homem representa Jesus e a mulher, a Igreja”, afirmou.

O pastor ensina que o casamento é um projeto de Deus — esta foi a primeira instituição criada e abençoada por Ele no Éden. “Por isso eu sempre falo que o casamento só vai bem a três: o marido, a mulher e Deus. E o trilho que leva a um casamento de sucesso é a Palavra de Deus.”

Ele lembra que o homem só se torna completo após o casamento. “Ele só pode ter uma visão completa da shekinah de Deus através do casamento. Sem sua esposa, ele é apenas metade”, diz.

Engel também alerta sobre o impacto de um casamento saudável na vida dos filhos: “A sua casa é a primeira igreja que seus filhos irão frequentar. A primeira pregação da sua vida é aquela feita na sua casa. Me mostre seus filhos e eu te digo que tipo de pai você é.”

Como ter um lar feliz?

A Bíblia aconselha os cristãos a não terem obscenidade, conversas tolas e nem gracejos imorais, mas, ao invés disso, ação de graças (Efésios 5:3-4). Por isso, ele oferece outro alerta aos pais.

“As crianças não vão ter um crescimento saudável em Deus se não ouvirem seus pais dizendo palavras de Deus. A nossa casa é uma igreja. E a mãe, que fica mais tempo em casa, é responsável pela vida espiritual e caráter da criança”, disse o pastor.

Em um aviso às esposas que cuidam do lar, Engel continuou: “Desligue a internet e pare de ter conversas tolas com as pessoas. Deixe sempre louvor no ambiente da sua casa.”

Joel Engel acredita também que há uma relação única entre o casamento e a prosperidade bíblica. “O homem começa a prosperar no momento em que a mulher entra em sua vida, e como consequência, vem os filhos”, observa.

Por outro lado, o pastor explica que a prosperidade não está vinculada a dinheiro. “Ser rico nem sempre é ser próspero. Há pessoas que têm bens materiais, mas não têm o verdadeiro tesouro.”

Ele então listou as 4 riquezas dadas por Deus ao homem: vida física (saúde), vida familiar (cônjuge e filhos), vida social (honra na sociedade) e vida espiritual (comunhão com Deus).

Para que um homem seja bem sucedido em todas estas áreas, é preciso ter ao seu lado aquela que vai ajudá-lo a cumprir a missão. “A mulher é 50% do homem. Um ministério dado ao homem não funciona sem sua esposa ao lado. Muitos ministérios não prosperam porque há falhas no casamento”, afirma.

Os deveres da mulher e do marido

A Bíblia ensina em Efésios 5:22-24: “Mulheres, sujeitem-se a seus maridos, como ao Senhor, pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu corpo, do qual ele é o Salvador. Assim como a igreja está sujeita a Cristo, também as mulheres estejam em tudo sujeitas a seus maridos.”

Em 1 Pedro 3:6, a Bíblia relata que Sara tinha tamanho respeito a Abraão que “lhe chamava senhor”. Engel então contextualiza: “Toda mulher que quer bater de frente com o marido — ele diz uma coisa, ela diz outra — quer ser mais valente do que ele. E dessa forma, não dá certo.”

O pastor lembra que quando a mulher é submissa ao marido, ela cumpre um mandamento. “Quando ela tenta disputar, medir forçar, gritar e reagir, ela não está sendo sábia. E a Bíblia diz que a mulher sábia edifica o lar”, afirma.

Outro postura importante para a mulher é a de incentivadora de seu mardo. “Minha esposa é a pessoa que mais me coloca para cima. A forma como ela me olha, é como vou me ver também. A mulher tem esse poder. Se você vê um marido medroso, inseguro, de cabeça para baixo, pode saber que a mulher não está cumprindo seu dever.”

Se tratando dos deveres dos homens, Efésios 5:25-27 diz: “Maridos, amem suas mulheres, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se a si mesmo por ela para santificá-la, tendo-a purificado pelo lavar da água mediante a palavra, e apresentá-la a si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e inculpável.”

Para Engel, esta é uma chave. “Eu entendi que tinha que me sacrificar e me santificar por minha esposa”, disse. Que tipo de amor Deus exige dos maridos? “Como Cristo amou a igreja”, responde o pastor. “Se sacrifique por sua esposa e dê sua vida por ela.”

Ele continua: “Para cumprir o mandamento de amar sua esposa, você não precisa ser movido pelo que está sentindo. Você precisa demonstrar amor, e amor é ação, atividade e esforço. Mesmo que você não esteja se sentindo disposto a isso.”

Por fim, ele ensina que é preciso nos sujeitar uns aos outros, por temor a Cristo. Os homens, amando a sua mulher como a si mesmo, e as mulheres, tratando o marido com todo o respeito.

Assista a pregação completa:

​​

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições