O que fazer quando Deus não responde? Pastor ensina princípios sobre oração

O pastor Joel Engel usa a história de Ana, mãe do profeta Samuel, para ensinar sobre oração.

Fonte: Guiame, Luana NovaesAtualizado: sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022 22:48
(Foto: Jon Tyson/Unsplash)
(Foto: Jon Tyson/Unsplash)

O que fazer quando se ora por muito tempo, mas as orações não são atendidas? O pastor Joel Engel usa a história de Ana, mãe do profeta Samuel, para mostrar um segredo: é preciso entregar algo a Deus, em vez de apenas pedir.

Ana era estéril e costumava ser humilhada por conta disso. Certa vez, Ana se sentiu profundamente amargurada depois de ter sido provocada por Penina, a segunda esposa de seu marido, Elcana. 

Ela então entrou no templo e começou a orar intensamente, em lágrimas. Não dizia nenhuma palavra, mas em seu coração, fez um voto com Deus: caso tivesse um filho homem, ele se tornaria um nazireu e iria se dedicar ao sacerdócio.

“Ana era uma mulher que estava orando há 24 anos e não estava sendo atendida. Mas ela nos mostra um segredo: Deus dá muita importância à sua oração”, disse o pastor Joel Engel em culto na terça-feira (22).

Ao fazer uma ilustração sobre como o homem tenta atravessar os limites do céu, Engel avalia: “Já vimos sondas espaciais sendo usadas para explorar outros planetas e vimos o lançamento de foguetes para pousar na Lua. Eu fico me perguntando: quantos anos os humanos levariam para levar uma mensagem a um Deus que habita muito além das galáxias?”

Ana, no entanto, descobriu uma chave que hoje está à disposição para todo aquele que tem o coração cheio de fé. “O que essa mulher fez que chamou a atenção de Deus? O que ela disse de tão importante?”, questionou Engel.

“Em todos os cultos, essa mulher ia só para pedir coisas para Deus. Mas chegou então o dia em que ela decidiu dar algo para Deus”, responde o pastor, lembrando que Ana pediu a Deus um filho, prometendo que iria entregá-lo de volta ao Senhor.

O pastor também destaca que Deus quer ser o primeiro em nossas vidas. “Coloque Deus em primeiro lugar e fale com Ele antes de falar com qualquer outra pessoa”, aconselha.

A primícia que agrada a Deus

Joel Engel também ensina que o princípio da primícia move o coração de Deus. “A primícia é gerada. Ana entregou a Deus algo que ela ainda não tinha, e que seria gerado. Deus entregou o cordeiro antes da criação do mundo”, afirmou.

O pastor fez um paralelo com a entrega do dízimo, que em alguns momentos da vida, não se torna uma entrega fácil. “Muitas vezes, temos que lidar com a escolha de pagar o aluguel ou entregar a primícia. Aquela mulher teve que optar: ou eu fico sem filho, ou eu dou o primeiro para Deus”, observou.

Depois que Samuel desmamou, Ana apresentou Samuel no templo e ela finalmente o entregou a Deus.

“Toda vez que entregamos a Deus a nossa primícia, dentro da mente de Deus vem a imagem: Jesus é a primícia de Deus. Ana esteve disposta a entregar para Deus algo que um dia Ele teria que fazer”, lembra Engel.

Por fim, o pastor ensina: “Quer chamar a atenção de Deus? Se mova como Jesus se moveu. Ele ensinou seus discípulos a orar. Ele ensinou seus discípulos a acessarem o céu. Existe um abismo entre os homens e Deus, mas Ele deixou um canal disponível: a oração.”

Veja a pregação completa:

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições