Pastor Franklin Graham convoca cristãos para dia de jejum e oração pré-eleições, nos EUA

O pastor e evangelista destacou que 'somente pela mão de Deus a América sobreviverá' e convocou todos os cristãos a interceder pelo país.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Quarta-feira, 21 Outubro de 2020 as 9:42

Filho do falecido evangelista Billy Graham, o pastor Franklin Graham atualmente preside a Associação Evangelística fundada por seu pai e também a organização missionária Samaritan's Purse. (Foto: BGEA)
Filho do falecido evangelista Billy Graham, o pastor Franklin Graham atualmente preside a Associação Evangelística fundada por seu pai e também a organização missionária Samaritan's Purse. (Foto: BGEA)

O evangelista Franklin Graham está convocando os cristãos a participarem de um dia de jejum e oração no domingo, 25 de outubro, enquanto os Estados Unidos se aproximam do período de eleição presidencia.

Graham, o presidente e CEO da Billy Graham Evangelistic Association e da Samaritan's Purse, uma organização internacional de ajuda cristã, acredita que a Igreja precisa invocar o nome de Deus e pedir que Ele se mova no país. Ele enfatizou que a nação está enfrentando múltiplas crises, de uma pandemia a uma turbulenta eleição presidencial e uma agitação racial generalizada.

"Estou exortando os seguidores de Jesus Cristo a jejuar e orar por nossa nação no próximo domingo, 25 de outubro. Marquem em seus calendários e se preparem agora. Espero que indivíduos, famílias e igrejas se juntem a mim, pedindo a ajuda do Senhor e Sua vontade será cumprida nesta eleição crítica. E você?", Graham escreveu no Facebook.

"Precisamos clamar a Deus por Sua ajuda, Sua intervenção e Sua misericórdia. É somente por Sua mão que a América sobreviverá e será capaz de prosperar novamente. Temos uma eleição chegando com muita coisa em jogo. Duas direções totalmente diferentes para o futuro deste país. Isso não afeta apenas a nós, mas também aos nossos filhos e netos”, acrescentou.

Graham liderou uma marcha de oração no mês passado em Washington, DC, onde milhares de guerreiros de oração compareceram para interceder pelo país.

"A oração é a nossa arma mais importante. Ela nos permite ir diretamente ao Rei dos Reis, ficar diante do trono da graça e fazer nossas petições conhecidas diretamente a Deus", disse Graham.

Vários eventos de adoração ocorreram em todo o país em vários locais este ano, todos com o mesmo propósito: trazer a América de volta ao seu primeiro amor e arrepender-se diante de um Deus santo.

veja também