Pastor perseguido ora por Trump: "Que o Espírito de Jesus repouse sobre o presidente"

O pastor Andrew Brunson participou de um evento da Comissão Americana de Liberdade Religiosa Internacional e orou por Donald Trump

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Terça-feira, 15 Outubro de 2019 as 8:41

Andrew Brunson orou pelo presidente dos EUA, Donald Trump, durante evento sobre liberdade religiosa. (Imagem: CBN News)
Andrew Brunson orou pelo presidente dos EUA, Donald Trump, durante evento sobre liberdade religiosa. (Imagem: CBN News)

O pastor americano Andrew Brunson passou dois anos preso - em regime fechado e prisão domiciliar - na Turquia, falsamente acusado pelo governo do autoritário presidente turco Erdogan de ser um "terrorista". Agora ele está nas manchetes novamente por um motivo diferente: orar pelo presidente dos EUA, Donald Trump em um evento de abrangência internacional.

No último sábado (12), a Comissão Americana de Liberdade Religiosa Internacional (USCIRF) celebrou o aniversário de um ano da libertação do pastor Brunson do cativeiro turco.

"Hoje, olhamos para trás e honramos a notável determinação e firmeza do pastor Brunson diante da perseguição e comemoramos sua libertação e voltamos para casa. No entanto, também lembramos de seu terrível sofrimento nas mãos das autoridades turcas que direcionou-o para a prática de sua fé", disse Tony Perkins, presidente da USCIRF.

Alguns líderes turcos temem que possam ser os próximos. A igreja da Turquia é muito pequena. Existem cerca de 6.000 fiéis muçulmanos na nação de 80 milhões de pessoas. A USCIRF está preocupada com sua segurança.

"Embora a provação de dois anos do pastor Brunson tenha terminado com gratidão, continuamos preocupados com o estado de liberdade religiosa na Turquia, onde inúmeras denominações religiosas, como os alevitas, a apostólica armênia, ortodoxa grega e outras igrejas continuam enfrentando interferência do governo e outras restriçõe", disse a comissária da USCIRF, Kristina Arriaga. "O governo turco deve cessar sua intromissão e trabalhar para garantir a liberdade religiosa para todos os seus cidadãos".

Oração

Enquanto isso, o pastor Brunson foi homenageado na Cúpula dos Eleitores de Valores em Washington no fim de semana. Ele começou a cerimônia orando pelo presidente Trump, que trabalhou duro para garantir a liberdade de Brunson da Turquia. Confira abaixo a transcrição completa de sua oração presidente dos EUA:

"Pai Deus, peço agora o derramar do seu Espírito Santo, que a plenitude do espírito de Jesus repouse sobre o Presidente Trump, para que ele seja ungido com sabedoria e entendimento, com Teu conselho e força, com conhecimento e temor do Senhor, e consequentemente, que o Presidente Trump não possa julgar pelo o que vê com os olhos ou decidir pelo o que ouve com os ouvidos ou se apoiar no próprio entendimento, mas que possa reconhecer suas decisões e agir de acordo com a Tua orientação.

Peço que o Senhor dê ao presidente discernimento sobrenatural para saber quem é confiável e quem não é. Traga à luz todo engano e intriga, exponha e reverta os planos daqueles que prejudicariam o Presidente Trump e esta nação. Em nome de Jesus, repreendo todas as vozes e influências que não vêm do Senhor, Deus. Que a Tua verdade e paz reinem na Casa Branca.

Deus, o Senhor levantou o presidente Trump para governar em um momento em que há um ressurgimento da opressão. Somente o Senhor, Jesus Cristo, pode ungi-lo para ter vitórias sobre fortalezas e estabelecer justiça para os necessitados. Dê a ele força e coragem para perseverar na batalha constante que o cerca e revigorá-lo.

Deus, vejo que o Senhor tem um coração muito terno pelo Presidente Trump. Traga-o para perto de Ti. Peço agora que o tu coloques no coração dele uma fome pelo Senhor, para que ele possa amá-lo com todo o seu coração, alma, mente e força e tenha prazer em conhecê-Lo. E se ele vier e sussurrar o Teu nome, que ele continue clamando pelo Teu nome em alta voz. Em nome de Jesus, o nome do meu rei, eu te agradeço".

veja também