Sua última chance

Sua última chance

Atualizado: Terça-feira, 4 Outubro de 2011 as 10:24

Havia um pobre homem  que ganhava a vida recolhendo ovos dos penhascos. Certa manhã ele saiu para sua perigosa jornada e, olhando para baixo da beira do penhasco, viu uma saliência que se projetava da rocha abaixo, coberta com pilhas de ninhos de aves. Amarrando sua corda a uma árvore que havia próxima à borda, foi descendo pouco a pouco até chegar à saliência da rocha. Em sua ânsia por conseguir os ovos, ele soltou a corda por onde descera – e ela balançou para longe de seu alcance!

Ali estava ele naquela estreita saliência de rocha;  acima dele uma parede com uma altura impossível de se escalar e sob seus pés, as ondas do mar castigando os recifes. Quando a corda voltou em seu balanço vindo em sua direção, em desespero ele esticou o corpo todo e, pela graça de Deus, conseguiu alcançar a corda uma fração de segundo antes que ela se afastasse dele para sempre. Abalado e trêmulo, subiu até a segurança do topo do penhasco.

Podemos imaginar o perigo em que aquele homem se encontrava; será que podemos imaginar o perigo em que nós mesmos nos encontramos?  Estamos na estreita beirada da vida; sobre nós está uma montanha de culpa que não temos condições de escalar; sob nós fica o horrível abismo de uma morte sem fim. Mas existe uma corda balançando sobre nós – uma corda forte e segura, capaz de nos içar para o alto e nos colocar em segurança. Se não nos agarrarmos a ela, como escaparemos? Se existissem outros meios de sermos salvos, ou outros métodos pelos quais pudéssemos ser reconciliados Àquele em cujas mãos nosso destino está colocado, talvez existisse, de nossa parte, alguma razão para rejeitar a solução que a Palavra de Deus revela. Porém não há.  "Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo". 1 Coríntios 3:11.

Esta grande e gloriosa salvação é oferecida gratuitamente a você.  Por que não vai a Cristo para receber vida? A porta da misericórdia está aberta agora mesmo e a voz do Salvador lhe chama. Está aberta agora, mas quem pode garantir até quando? Não ficará assim para sempre. Nem se garante que ficará aberta por mais alguns dias. O Espírito Santo diz:  "Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações... Porque todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo." (Hebreus 4:7; Romanos 10:13).

veja também