Três cristãos são mortos por terroristas islâmicos na Nigéria

Moradores de vila cristã vivem momentos difíceis e dizem que somente Deus os livrará da violência do Boko Haram.

Fonte: Guiame, com informações de Morning Star NewsAtualizado: segunda-feira, 28 de fevereiro de 2022 15:20
Muitos cristãos são sequestrados e mortos na Nigéria por extremistas islâmicos. (Foto: Portas Abertas)
Muitos cristãos são sequestrados e mortos na Nigéria por extremistas islâmicos. (Foto: Portas Abertas)

De acordo com o Morning Star News, terroristas islâmicos mataram três cristãos, na quinta-feira (25), durante um ataque na Nigéria. Um deles foi identificado por um morador. Ele se chamava Bulama Wadir.

“Somente Deus nos livrará desses terroristas do Boko Haram/ISWAP”, disse outro morador, Hyeladi Buba. Segundo ele, o ISWAP (Estado Islâmico da Província da África Ocidental) é um grupo que se separou do Boko Haram, em 2016, mas as pessoas ainda o chamam de Boko Haram. 

Os assassinatos dos três cristãos na vila de Kautikari ocorreram por volta das 5 horas da tarde. “Depois disso, a Igreja dos Irmãos na Nigéria (EYN) foi destruída”, disse outro morador, John Usman. 

Ataques a cristãos na Nigéria

A facção terrorista que atacou a comunidade cristã de Kautikari também sequestrou mulheres e crianças em meados de janeiro. Conforme fontes locais, das 24 que foram levadas, 20 ainda se encontram em cativeiro. Somente 4 conseguiram escapar. 

Na ocasião, a igreja que fica às margens da floresta Sambisa, também foi danificada pelos terroristas. Os líderes cristãos de Chibok disseram que desde o sequestro das 276 meninas, em 2014, houve mais de 70 ataques aos cristãos. 

Um relatório mostra que pelo menos 407 cristãos foram mortos durante ataques realizados desde 2012. “Que Deus salve a comunidade em Chibok de uma aniquilação total pelos terroristas do Boko Haram”, disse um dos líderes.

“Os pais e as comunidades, não apenas em Chibok, continuam sendo submetidos a ataques persistentes e contínuos, assassinatos, sequestros, mutilações, incêndios criminosos e outras forma de criminalidade sem a proteção adequada do governo”, disse. 

“É uma carnificina”

Pastores nigerianos dizem que tem sido uma verdadeira carnificina. Eles descrevem os ataques atuais citando 19 pessoas — principalmente meninas — que foram sequestradas e contam que o líder que estava de vigia foi decapitado. 

Além disso, a cidade foi praticamente arrasada e todos os produtos agrícolas recentemente colhidos foram completamente queimados ou saqueados.

Chibok é uma comunidade principalmente agrária, e as colheitas do ano inteiro foram perdidas devido a ataques contínuos e direcionados, levantando sérias preocupações com a segurança alimentar do povo. 

A Nigéria ocupa o 7° lugar na Lista Mundial da Perseguição 2022, onde os cristãos são mortos violentamente por causa de sua fé em Cristo. O número de cristãos sequestrados chegou a 2.500, ou seja, bem acima dos 990 do ano anterior, de acordo com a Portas Abertas.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições