Viciado em heroína tem vida transformada após receber profecia na prisão

Chaz Homewood recorreu a heroína e a vida no crime para escapar dos traumas do abuso sexual na infância.

Fonte: Guiame, com informações de Premier Christianity Atualizado: quarta-feira, 19 de janeiro de 2022 19:46
Hoje, Chaz Homewood ajuda pessoas com a mesma história que a sua. (Foto: Facebook/Chaz Homewood).
Hoje, Chaz Homewood ajuda pessoas com a mesma história que a sua. (Foto: Facebook/Chaz Homewood).

Chaz Homewood, do Reino Unido, cresceu numa família disfuncional. Seu pai era viciado em heroína e sua mãe o deixou quando Chaz tinha um ano de idade, partindo em busca de novos relacionamentos.

Ela cometia roubos e costumava levar o filho junto durante os crimes. Ainda criança, era comum Chaz acabar numa delegacia com ela. Certo dia, depois de uma briga com um namorado, a mãe acabou descontando sua raiva do menino: “Sabe, eu te odeio. É tudo culpa sua. Eu gostaria que você nunca tivesse nascido”.

Aos 7 anos, ouvir aquilo acabou destruindo Chaz. “Eu disse a mim mesmo: nunca mais vou confiar em ninguém na minha vida. Eu me envolvi com as pessoas erradas na escola, furtos e esse tipo de coisa”, contou Homewood ao Premier Christianity. 

Escapando da dor nos lugares errados

Os traumas emocionais do menino se agravaram quando ele foi abusado sexualmente por um parente. “Comecei a fumar maconha. No início era escapismo. Ajudou-me a escapar da escola, do sofrimento e da dor do que estava acontecendo em casa”, relatou ele.

Na adolescência, Chaz se envolveu no mundo crime, fazendo assaltos à mão armada, e começou a usar drogas mais fortes, como anfetaminas e heroína. “Desde os 16 anos, passei 12 anos dentro e fora da prisão. Não estou orgulhoso disso. Estou totalmente envergonhado. Mas era assim que minha vida era”, disse.

Cumprindo pena na prisão, Homewood pensou em tirar sua própria vida. Ele sabia que estava perdido e tentou de tudo para mudar e largar o vício em heroína, mas nada adiantava. 

Certa vez, durante sua liberdade condicional, ele visitou sua ex-namorada, que tinha sido sua parceira de crime e de vício. Chaz ficou impressionado ao saber que ela havia se tornado cristã e vivia uma nova vida. A mulher compartilhou o Evangelho com ele. 

“Chaz, eu ouvi essa história na igreja sobre os construtores sábios e tolos. Neste momento, você é o construtor tolo. Você está tentando construir sua vida sobre todas essas coisas mundanas, como dinheiro, e tentando preencher o vazio. Mas o construtor sábio é aquele que constrói sua vida sobre a rocha”.

“Quero lhe falar sobre essa rocha. Jesus é real, e Jesus ama você. Se você abrir seu coração para ele, ele transformará sua vida”, declarou.

Encontrando Deus na prisão

O homem ficou impactado com o que sua ex-namorada tinha dito e ficou refletindo sobre a existência de Deus. “E se Deus for real e puder me ajudar a mudar minha vida?”, se perguntava.

De volta à prisão, Chaz decidiu ir a um culto na igreja do presídio. Durante a celebração, ele começou a chorar muito, sentindo toda dor e mágoa saindo de seu interior, como se fosse uma limpeza. De repente, um homem se levantou e profetizou: “Tenho uma mensagem de Deus para alguém aqui hoje. Deus me disse que se você abrir seu coração para ele, ele transformará sua vida e o curará”.

Ao final do culto, o mesmo homem foi até Chan e lhe disse: “Filho, você quer que todo o seu sofrimento e dor acabem?”. O jovem respondeu: “Você não sabe o que eu fiz. Eu coloquei armas na cabeça das pessoas…”. E o cristão declarou: “Não importa o que você tenha feito, Jesus pagou o preço”.

Naquele momento, Chaz entregou sua vida a Jesus e começou uma jornada de transformação. Ele saiu da prisão e recebeu apoio de uma organização cristã de recuperação em vícios e de uma igreja local. Enfrentando recaídas e tentações ao lado de Jesus, Chaz venceu suas guerras e, aos poucos, reconstruiu sua vida e formou uma família.

Hoje, o ex-viciado é gerente da Lighthouse Homes Brimington, na Inglaterra, um ministério cristãos de assistência social, e tem ajudado pessoas que passam pelas mesmas dificuldades que ele já passou.

Chaz Homewood disse que acredita que todas as pessoas que chegam ao ministério podem ser recuperadas. “Eu sou um exemplo disso, sabe. E é uma honra ser usado por Deus”, declarou.

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições