Weslian Roriz busca voto dos evangélicos do DF

Weslian Roriz busca voto dos evangélicos do DF

Atualizado: Segunda-feira, 11 Outubro de 2010 as 12:36

Antes de fazer um corpo a corpo na Feira do Guará, a candidata ao governo do Distrito Federal, Weslian Roriz (PSC), participou ontem de um café da manhã, na Igreja Batista Central, a convite do pastor Vilarindo Lima. A recepção à candidata além de garantir que membros do Conselho de Pastores Evangélicos do DF vão apoiar a candidata, também foi o momento para felicitá-la pelo aniversário ocorrido esta semana. Dona Weslian teve direito ao "Parabéns pra você" e a velinhas. Quanto ao apoio dos evangélicos, Weslian comemora.

''Tenho um carinho pelos evangélicos porque são sinceros. E não é só eu quem admira essas pessoas. Ontem, o padre da Canção Nova falou tanto e tão bem dos evangélicos que eu fiquei admirada'', disse.

Os presentes declararam apoio a Weslian. A deputada distrital eleita Celina Leão (PMN) disse que aprendeu muito com dona Weslian. ''Aprendi com ela a ser humilde e como Deus sabe todas as coisas, ela tem o principal ingrediente que é a fé'', assegurou.

A distrital Jaqueline Roriz (PMN), que foi eleita deputada federal, disse que ''minha mãe, dona Weslian, assumiu um compromisso com a cidade, com os mais humildes. Ela sabe o que ela quer, que é o melhor para a cidade e para os mais humildes'', garantiu a parlamentar. Jaqueline também fez críticas à imprensa. ''Temos de combater hoje essas práticas, pois a imprensa tem dois pesos e duas medidas''.

O pastor Ricardo Espíndola, neto do pastor Vilarindo, disse que vem de uma família evangélica e há mais de 20 pastores na mesma família. Mas quando se fala na família do ex-governador Joaquim Roriz, dizem na rua que ele quer perpetuar o poder na família. ''Existe uma coisa que se chama vocação e desígnio de Deus. E temos uma ligação com essa família, desde sempre''. O pastor também enfatizou que quem erra não é só aquele que escolhe e vota, mas também aquele que fica na inércia, que se acomoda e deixa as coisas acontecerem.

Por Daise Lisboa

Imagem: Toninho Tavares

veja também