Bolsonaro diz em formatura militar que “hoje governo valoriza a família e adora a Deus”

Presidente da República presidiu cerimônia de formatura de oficiais da Marinha do Brasil.

fonte: Guiame, com informações do Ministério da Defesa

Atualizado: Segunda-feira, 9 Dezembro de 2019 as 4:50

Jair Bolsonaro durante cerimônia de formatura de oficiais da Marinha do Brasil. (Foto: Alan dos Santos/PR)
Jair Bolsonaro durante cerimônia de formatura de oficiais da Marinha do Brasil. (Foto: Alan dos Santos/PR)

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanhado pelo Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva e do Comandante da Marinha Ilques Barbosa Junior, presidiu a cerimônia de formatura de 205 oficiais da Marinha Brasileira.

Em seu discurso, Bolsonaro disse que "o governo brasileiro está mudando. Todos podem sentir. Hoje temos um governo que valoriza a família, honra os militares, respeita o povo e adora a Deus" e que “juntos nós poderemos mudar o destino do Brasil".

O evento, no Rio de Janeiro, aconteceu no sábado (07) e entre os integrantes da Turma estavam dez mulheres e um estrangeiro oriundo do Senegal.

O presidente disse que ali estavam presentes jovens das 5 regiões brasileiras e que "quatro anos se passaram e em grande parte vocês abriram mão da sua juventude, aprenderam entre outras coisas a passar fome, a sentir dor, a se importar com a lealdade, a humildade e a gratidão."

Além do Presidente da República, do Ministro da Defesa e do Comandante da Marinha, o evento contou com as presenças dos Comandantes as demais Forças Armadas, de ministros do Superior Tribunal Militar, ex-ministros e ex-Comandantes da Marinha, membros do corpo diplomático, e parlamentares, entre outras autoridades civis e militares.

Jair Bolsonaro em formatura de oficiais da Marinha do Brasil. (Foto: Alan dos Santos/PR)

Os guardas-marinhas tiveram as suas platinas trocadas pelas suas madrinhas e padrinhos e receberam as suas espadas das mãos dos almirantes mais antigos da Força e os primeiros colocados das mãos do presidente da república, do ministro da Defesa e do Comandante da Marinha.

Agora, o próximo passo para os novos oficiais é embarcar no Navio-Escola Brasil para uma viagem de instrução a diversos países. A bordo colocarão em prática o que aprenderam na Escola Naval. E no seu retorno serão promovidos a segundo-tenentes.

Escola Naval

Criada em 1782 em Lisboa, Portugal, sob a denominação de Academia Real de Guardas-Marinhas, a Escola Naval veio para o Brasil junto com a Família Real, em 1808. Instalada no Mosteiro de São Bento, lá permaneceu até 1832. Ao longo dos anos, a instituição sofreu inúmeras mudanças até, em 1938, ser fixada na Ilha de Villegagnon.

O Comandante da Marinha, Almirante Ilques Barbosa Junior, disse em seu discurso que neste dia, a Marinha do Brasil engalanada apresentava à sociedade brasileira os Guarda-Marinhas da turma Almirante Protógenes.

veja também