Campeão mundial de boxe diz que sua carreira é baseada na Bíblia e oração

Manny Pacquiao costuma incluir estudos bíblicos e cultos em sua rotina de treinos. Muitos atletas costumam frequentar as reuniões.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Terça-feira, 30 Julho de 2019 as 9:44

O boxeador filipino Manny Pacquiao é dono de 11 títulos mundiais. (Foto: Esther Lin/Showtime)
O boxeador filipino Manny Pacquiao é dono de 11 títulos mundiais. (Foto: Esther Lin/Showtime)

O boxeador filipino Manny Pacquiao, dono de 11 títulos mundiais, acumulou mais uma vitória no esporte há duas semanas. Depois de derrotar Keith Thurman, ele se tornou o campeão WBA Super Welterweight.

Pacquiao, de 40 anos, deu o crédito a Deus por sua vitória sobre Thurman, que é 10 anos mais novo. Sua rotina de treinos inclui não apenas as técnicas do esporte, mas também estudos bíblicos e cultos com sua família e funcionários.

Em entrevista para a CBN News, Pacquiao enfatizou a importância de se preparar para a eternidade ainda na terra, destacando a Bíblia e a oração como bases de sua carreira. “Leia a Bíblia continuamente, ore continuamente... Até quando? Enquanto você ainda estiver vivo nesta terra”, aconselhou. “Você está formando o destino para onde você vai, seja de sofrimento eterno ou felicidade eterna”.

Ele ainda citou o trecho bíblico de Hebreus 9:27-28, que diz: “Da mesma forma, como o homem está destinado a morrer uma só vez e depois disso enfrentar o juízo, assim também Cristo foi oferecido em sacrifício uma única vez, para tirar os pecados de muitos; e aparecerá segunda vez, não para tirar o pecado, mas para trazer salvação aos que o aguardam”.

Pacquiao acredita que Deus o colocou em uma posição de grande influência para compartilhar o Evangelho com muitas pessoas.

Como membro do Senado das Filipinas, sua paixão pela Bíblia o inspirou a patrocinar o Ato Nacional do Dia da Bíblia, que afirma: “Como uma nação predominantemente cristã e a maior nação cristã na Ásia-Pacífico, este Ato reconhece o valor da Bíblia Sagrada como o núcleo da fé cristã”.

Pacquiao lembrou: “Todos nós precisamos da Palavra de Deus para nos dirigir e nos guiar em todas as áreas de nossas vidas”.

Estudos bíblicos

Em janeiro, Pacquiao derrotou Adrien Broner por decisão unânime, mantendo seu título secundário na divisão Welterweight. Dias antes de sua disputa com Broner, Pacquiao ficou encantado quando viu equipe do adversário participando dos estudos bíblicos.

“Eles compareceram três vezes. Acredito que Deus lhes deu convicção sobre a verdade, sobre Jesus. Essa é a coisa mais importante, é o destaque em todas as lutas que eu tenho”, comentou.

Pessoas que estiveram presentes na festa de comemoração, após sua vitória sobre Thurman, relataram que Pacquiao fez questão de compartilhar sua fé para todos os seus simpatizantes.

“Ele ganhou meu respeito por causa de seu amor por Deus e seu desejo de que muitos tenham um relacionamento pessoal com Jesus”, relatou um dos convidados.

veja também