Campeão mundial de surfe, Ítalo Ferreira diz que ora por sabedoria antes das competições

Gabriel Medina ficou com o vice-campeonato em Pipeline, no Havaí.

fonte: Guiame, com informações do GE

Atualizado: Sexta-feira, 20 Dezembro de 2019 as 12:01

Ítalo Ferreira após vencer o campeonato mundial de surfe. (Foto: Divulgação/WSL)
Ítalo Ferreira após vencer o campeonato mundial de surfe. (Foto: Divulgação/WSL)

A briga pelo título mundial de 2019 passou pelos brasileiros Ítalo Ferreira e Gabriel Medina. E, na decisão da etapa final do circuito, foi o potiguar quem levou a melhor para entrar para a história do esporte.

Em Pipeline, Ítalo bateu Medina na grande final para conquistar seu primeiro título mundial aos 25 anos. Ao levantar o troféu no Havaí fez o tradicional gesto com os braços para cima, numa alusão à sua fé cristã.

Durante o campeonato, Italo disse em entrevista que costuma orar e pedir a Deus que o proteja como preparativo para as competições.

Ítalo Ferreira ora antes de pegar onda. (Foto: Reprodução/Twitter)

Em outubro, Ítalo postou sua foto após sagrar-se campeão e escreveu: “Deus seja louvado! obrigado por todas as oportunidades”.

Ao vencer o Mens CT em abril deste ano, o atleta escreveu: “Glória a Deus” na legenda da foto com o prêmio.

Ao vencer o campeonato mundial de surfe, Ítalo entra para o seleto grupo dos campeões mundiais, que também já conta com o próprio Medina (2014 e 2018) e Adriano de Souza, o Mineirinho (2015).

Ítalo foi eleito "o estreante do ano" na temporada de 2015 e por muito pouco não esteve na briga pelo título mundial daquela temporada - foi o sétimo ao final da disputa. Desde então, se manteve na elite e se firmou como um dos grandes nomes do surfe mundial.

“É o meu sonho, o sonho de toda a minha vida! Eu dediquei toda a minha vida para chegar neste momento. Meu tio e a minha avó morreram recentemente e eu dedico a eles. Eu não posso acreditar!”, disse o novo campeão.

veja também