Capelão ucraniano é morto por soldados russos em Kiev

Maksym Kozachyna, um líder da Igreja Ortodoxa, foi atacado enquanto saía de carro de uma vila.

Fonte: Guiame, com informações de Religious Information Service of UkraineAtualizado: terça-feira, 1 de março de 2022 15:16
Maksym Kozachyna era capelão da Igreja Ortodoxa. (Foto: Facebook/Andriy Smyrnov).
Maksym Kozachyna era capelão da Igreja Ortodoxa. (Foto: Facebook/Andriy Smyrnov).

Um capelão ucraniano da Igreja Ortodoxa foi morto a tiros por soldados russos na região de Kiev, na Ucrânia, neste domingo (27). 

Segundo a Religious Information Service of Ukraine (RISU), tropas russas atiraram contra Maksym Kozachyna, enquanto ele saía de carro da vila de Rozvazhniv, distrito de Ivankovsky, onde fica localizada sua paróquia. Os militares da Rússia não permitiram que o corpo do líder cristão fosse resgatado.

O caso foi relatado por Andriy Smyrnov, estudioso religioso e membro da Comissão Sinodal de Relações Inter-Cristãs da Igreja Ortodoxa, em seu perfil no Facebook, na segunda-feira (28).

“Conheci Maksym como um bom pastor, calmo e humilde. Que sua memória seja eterna! Que o Senhor recompense os assassinos e invasores russos pelas obras deles!”, escreveu Andriy. 

De acordo com o estudioso, Maksym Kozachyna nasceu em 1979 em Novomoskovsk. Em 1996, o cristão ingressou no Seminário Teológico da Igreja Ortodoxa da Ucrânia, em Kiev. Desde 2000, Maksym atuava como reitor da paróquia da Natividade da Santíssima Theotokos na vila de Rozvazhniv. 

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições