Comandante da Marinha dos EUA é acusado por incentivar equipe a "liderar como Jesus"

Após promover palestra sobre liderança, capelão da Marinha americana foi acusado por instituição militar de violar a Constituição.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Quarta-feira, 5 Fevereiro de 2020 as 3:24

Capelão tenente lê a Bíblia em base naval da Marinha dos EUA. (Foto: U.S. Navy/Daniel Barker)
Capelão tenente lê a Bíblia em base naval da Marinha dos EUA. (Foto: U.S. Navy/Daniel Barker)

Um capelão da Marinha dos Estados Unidos está sendo acusado de violar a Constituição americana por promover uma série de palestras de 12 semanas intitulada “Lidere Como Jesus”.

O comandante Richard Clay Smothers, baseado na Estação Naval de Newport, no estado americano de Rhode Island, distribuiu um panfleto sobre a série aos líderes militares, informa o jornal Navy Times.

Na sexta-feira passada (31), o general de brigada da Força Aérea, Marty France, exortou o comandante da base a “agir rapidamente diante dessa flagrante violação da Constituição e dos regulamentos do Departamento de Defesa”.

Smothers foi acusado de cruzar a linha que separa Igreja e Estado. Agora, a Fundação Militar da Liberdade Religiosa (MRFF na sigla em inglês) está pedindo ao capitão da base, Ian Johnson, que investigue o incidente. 

France disse a Johnson: “Por favor, com rapidez e eficácia, coloque fim a essa confusão constitucional e certifique-se de que, como tenho certeza que você concorda, não exista uma única perspectiva religiosa que seja considerada uma condição necessária ou suficiente para a liderança em seu ou qualquer comando”.

Elizabeth Baker, porta-voz da Marinha na região do Médio Atlântico, disse à CBN News que “as informações foram fornecidas durante a reunião de comando mensal agendada regularmente, onde as informações básicas são passadas e acompanhadas com folhetos e detalhes. É uma ocorrência comum e regular para todos os departamentos, não apenas para serviços religiosos”.

O folheto não foi feito para endossar nenhuma religião ou organização religiosa. Foi um anúncio para os interessados ​​em obter informações para uma oportunidade de educação religiosa, diz a publicação.

Baker acrescentou que “os programas religiosos de comando da Estação Naval de Newport apóiam a missão de comando, promovendo o bem-estar religioso, espiritual, moral e ético da equipe militar e de suas famílias, oferecendo oportunidades de culto, educação religiosa, comunhão e aconselhamento”.

Modelo de liderança

Ainda assim, o fundador do MRFF, Mikey Weinstein, disse que Smothers “armou o cristianismo” em sua mensagem e pediu que os organizadores das palestras fossem “investigados e punidos de forma visível e agressiva”.

O conselheiro geral do First Liberty Institute, Mike Berry, disse que Weinstein está divulgando sua “versão mítica” da Constituição com “reivindicações dúbias”.

“Jesus era um líder”, disse Berry. “É perfeitamente legal estudar sua liderança. De fato, alguns de nossos líderes militares fariam bem em estudar a liderança de Jesus um pouco mais. Nada além do nosso primeiro comandante supremo, George Washington, que olhou para Jesus como um modelo de liderança”.

veja também