‘A Cruz de Jesus Cristo nos lembra o verdadeiro significado do Natal’, declara Trump

Presidente discursou durante cerimônia oficial de iluminação da Árvore de Natal Nacional na capital americana.

fonte: Guiame, com informações do The Hill

Atualizado: Segunda-feira, 9 Dezembro de 2019 as 10:02

Donald Trump e Melania participam de cerimônia de iluminação da Árvore de Natal Nacional. (Foto: Jonathan Ernst/Reuters)
Donald Trump e Melania participam de cerimônia de iluminação da Árvore de Natal Nacional. (Foto: Jonathan Ernst/Reuters)

O presidente Donald Trump e a primeira-dama Melania Trump acenderam a Árvore de Natal Nacional na quinta-feira (05) em um dos maiores eventos anuais da temporada de férias em Washington.

A Marine Corps Band dos EUA tocou "The Christmas Tree" quando a família Trump subiu ao palco, 97 anos depois que o presidente Calvin Coolidge começou a tradição de acender uma árvore nacional.

Coube à primeira-dama Melania acender a Árvore de Natal Nacional. Em sua fala durante a cerimônia, o presidente americano Donald Trump destacou a cruz de Cristo, citando a Bíblia e desejou ao povo americano um “Natal muito, muito feliz”.

"Mais de 2.000 anos atrás, uma estrela brilhante brilhou no Oriente", disse o presidente após acender a árvore.

“Homens sábios [que] estavam a uma longa distância viajaram e ficaram sob a estrela, onde encontraram a Sagrada Família em Belém. Como a Bíblia nos diz, quando os Reis Magos entraram na casa e viram a Pequena Criança com Maria, sua mãe, eles se prostraram e O adoraram.”

"Os cristãos agradecem que o filho de Deus veio ao mundo para salvar a humanidade. Jesus Cristo nos inspira a amar uns aos outros com corações cheios de generosidade e graça", disse ele.

O presidente disse ainda que “no Natal, lembramos desta verdade eterna: toda pessoa é um filho amado de Deus. Como uma nação agradecida, louvamos a alegria da família, as bênçãos da liberdade e o milagre do Natal.”

“No Natal, lembramos da verdade eterna: toda pessoa é um filho amado de Deus. Como uma nação agradecida, louvamos as alegrias da família, as bênçãos da liberdade e o milagre do Natal”, disse o presidente à multidão, antes de lhes desejar um feliz Natal.

A cerimônia também incluiu apresentações das cantoras Jessie James Decker, Spensha Baker, Colton Dixon e Chevel Shepherd. O grupo Max Impact, “a principal banda de rock da Força Aérea dos Estados Unidos”, de acordo com o site do evento, também se apresentou, assim como o Tucson Arizona Boys Chorus e o West Tennessee Youth Chorus.

Homenagens e agradecimentos

O presidente também agradeceu os membros do serviço no meio da multidão.

"Estamos sempre em dívida com os bravos veteranos e membros do serviço. Aplaudimos seu nobre serviço. Não há ninguém como eles - eles são uma inspiração para todos nós ”, disse Trump.

Trump mostrou sua gratidão aos trabalhadores do Departamento do Interior e do Serviço Nacional de Parques, à Banda do Corpo da Marinha dos EUA e ao coral de meninos Tucson Arizona Boys Choir.

Também agradeceu a um grupo especial de jovens: o Coral da Juventude no Oeste do Tennessee e ao Exército da Salvação, que arrecadaram 600 mil presentes para serem entregues a carentes.

"Saudamos também nossos policiais e xerifes, policiais federais, serviços secretos, bem como bombeiros, paramédicos e socorristas", continuou ele.

A Árvore Nacional de Natal é decorada com ornamentos de todos os estados e territórios e do Distrito, e é coberta por 50.000 luzes e 450 grandes estrelas brancas.

O evento fechou as ruas de Washington durante a noite de quinta-feira. A árvore ficará acesa à noite até 1º de janeiro com visitação aberta ao público e gratuita.

veja também