‘Deus me ajudou a escapar’, diz advogada raptada por réu que tentou matá-la

Sharon Muse foi sequestrada por um homem que ela defendeu, mas que acabou sendo condenado.

fonte: Guiame, com informações do Club 700

Atualizado: Quinta-feira, 26 Agosto de 2021 as 9:24

Sharon Muse compartilhou seu testemunho sobre o livramento que recebeu de Deus. (Foto: Club 700 / Montagem Guiame)
Sharon Muse compartilhou seu testemunho sobre o livramento que recebeu de Deus. (Foto: Club 700 / Montagem Guiame)

A advogada Sharon Muse estava saindo de seu escritório quando um homem apareceu. Ele fingiu ser um cliente e pediu sua ajuda com o testamento de sua esposa e pediu uma carona a ela. Sharon, por cortesia, deixou o homem entrar em seu carro porque estava chovendo e ela sentiu pena dele.

Ela conta que, de repente, enquanto estava no carro, o homem ficou violento. Ele a forçou a dirigir até uma casa de fazenda abandonada. Lá, ele a agrediu, prendeu-a e tentou estuprá-la. O homem então puxou uma faca e empurrou a lâmina para ela. Foi quando a advogada percebeu quem ele era.

Hank Smith, o agressor de Sharon, foi um ex-cliente que havia sido condenado e passou seis anos na prisão. Ele a culpou por sofrer atrás das grades por muitos anos. E quando ele forçou Sharon a tirar as calças, uma força invisível puxou o agressor para longe dela. A faca cravou no painel e quebrou a lâmina. Nesse momento, a advogada conseguiu lutar e fugir.

Sharon escapou enquanto seus seios estavam expostos e sangue escorrendo por ela. Ela gritou e pediu ajuda no meio da estrada, até que um casal veio em seu socorro e ligaram para a polícia.

As autoridades prenderam o agressor no local. Mas enquanto o julgamento estava em andamento, Sharon não teve paz e viveu no limite, sabendo que Hank poderia voltar a qualquer momento e matá-la. Até que um dia, ela pensou em matá-lo e argumentar legítima defesa.

Um convite especial

Antes que Sharon pudesse executar seu plano, alguém a convidou para um retiro na igreja. Naquele encontro, Sharon diz que Deus começou a falar com ela sobre o Hank. “Você só tem que deixá-lo ir, mesmo ele tendo te machucado e ferido”.

Sharon diz que hoje ela está restaurada e preparando a fazenda de cavalos da família para oferecer aconselhamento jurídico a outras vítimas.

“Será um lugar para curar. Não há nada que valha a pena se agarrar que possivelmente poderia substituir a paz, a alegria e a liberdade que você obtém quando você deixa o medo ir”, diz a advogada. “As pessoas más responderão a Deus. Você pode apenas desfrutar do seu relacionamento com Deus e com a ajuda dele você vai curar a dor que eles causaram a você”.

“Eu estou feliz, eu sorrio muito, tenho minha vida de volta”, testemunha.

veja também