“Deus me revelou”: Jogador diz que teve visão sobre a vitória no Super Bowl 3 anos atrás

Cooper Kupp não se limitou a creditar o título do Super Bowl LVI apenas ao bom desempenho da equipe, mas a uma revelação de Deus.

Fonte: Guiame, com informações da CBN NewsAtualizado: segunda-feira, 14 de fevereiro de 2022 18:47
Cooper Kupp durante ministração em igreja nos EUA. (Foto: Instagram/Cooper Kupp)
Cooper Kupp durante ministração em igreja nos EUA. (Foto: Instagram/Cooper Kupp)

Depois de 22 anos sem um título do Super Bowl, a equipe do Los Angeles Rams celebrou o título após derrotar o Cincinnati Bengals por 23 a 20 no SoFi Stadium, nos arredores de Los Angeles.

Um dos grandes destaques dos Rams foi o wide receiver Cooper Kupp, que chegou a ser premiado como Most Valuable Player (MVP), ou Jogador Mais Valioso, graças aos dois touchdowns e 99 jardas conquistadas.

Em entrevista coletiva após a vitória, Kupp não se limitou a creditar o título do Super Bowl LVI apenas ao bom desempenho da equipe, mas a uma revelação de Deus.

“Eu não sei o que era, eu tive essa visão onde Deus me revelou que íamos voltar, que íamos fazer parte de um Super Bowl, que íamos ganhar, e que de alguma forma eu sairia do campo como o MVP do jogo”, disse Kupp no domingo (13).

Kupp, que é cristão, contou ainda que compartilhou essa visão apenas com sua esposa na época e que jogou nesta temporada tendo essa revelação em mente.

“Já estava escrito. Eu joguei sabendo que estava jogando a partir da vitória, não para a vitória”, o atleta acrescentou. “Eu pude jogar em um lugar onde fui validado não pelo que acontecia em campo, mas por meu valor em Deus, em meu Pai.”

Apesar do grande destaque de Kupp no futebol americano em 2021, a caminhada com Deus sempre foi algo central na vida do atleta. 

É o que conta Jason Romano, diretor de mídia do site Sports Spectrum: “Conversei com ele esta semana e fiz uma pergunta sobre o que Deus estava ensinando a ele nesta temporada”, disse Romano. “Sua resposta foi: 'Bem, eu precisava estar enraizado em meu propósito, e meu propósito é Cristo.'”

Kupp disse ainda que este seria o “melhor ano de todos os tempos”, mesmo que os Rams perdessem todos os jogos e não competissem no Super Bowl — por causa de seu crescimento em Deus.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições