“Filho, é hora de aprender com tudo isso e voltar para Jesus”, diz mãe de Neymar

Nadine Gonçalves publicou uma mensagem ao filho, Neymar, após a acusação de estupro feita por uma mulher de 26 anos.

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 4 Junho de 2019 as 1:11

Neymar ao lado da mãe, Nadine e da irmã, Rafaella. (Foto: Reprodução/Instagram/@nadine.goncalves)
Neymar ao lado da mãe, Nadine e da irmã, Rafaella. (Foto: Reprodução/Instagram/@nadine.goncalves)

Em meio a acusação de estupro por parte de uma mulher de 26 anos, a mãe do jogador Neymar, Nadine Gonçalves, publicou uma mensagem ao filho nesta terça-feira (4) em que pede para que ele se volte para Deus.

“Filho, neste momento em que tudo finalmente está sendo esclarecido e a verdade de Deus está vindo à tona, é hora de aprender com tudo isso e voltar para Jesus Cristo, seu primeiro amor”, disse ela no Instagram, na legenda de uma foto em que ela aparece com Neymar e a filha, Rafaella.

“Ele é único que realmente conhece seu coração, confie Nele. Se concentre no que você mais ama na vida, que é jogar futebol. É isso que vai lhe devolver a alegria que andou desaparecida nos últimos dias”, aconselha Nadine.

A mãe de Neymar pede também que, como cristão, ele perdoe a mulher que fez a acusação. “Eu e sua irmã, como mulheres, podemos te garantir que ela não nos representa. Te amo muito e continuarei orando por você todos os dias da minha vida”, afirmou.

Na sexta-feira (15), a mulher registrou boletim de ocorrência em São Paulo, acusando o Neymar de estupro. O crime, segunda ela, teria ocorrido em um hotel em Paris, cidade em que ele mora, no dia 15 de maio.

Em um vídeo publicado no fim de semana, o jogador afirmou que a relação foi consentida e mostrou conversas entre os dois. O conteúdo mostra que eles voltaram a conversar normalmente depois do dia apontado pela mulher como o do suposto estupro.

Por causa da divulgação da conversa, que apresenta fotos íntimas da mulher, Neymar foi intimado a depor na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) do Rio de Janeiro para prestar esclarecimentos. Seu depoimento está previsto para a próxima semana na sede da delegacia especializada.

veja também