Jogadora de tênis diz que ora por seus oponentes antes de cada partida

A tenista americana Coco Gauff tornou-se destaque do Torneio de Wimbledon, tanto por sua habilidade quanto por seu caráter.

fonte: Guiame, com informações do Faithwire

Atualizado: Sexta-feira, 12 Julho de 2019 as 11:05

Tenista Coco Gauff, de 15 anos, agradece a Deus após fim de jogo. (Foto: Carl Recine/Reuters)
Tenista Coco Gauff, de 15 anos, agradece a Deus após fim de jogo. (Foto: Carl Recine/Reuters)

Com apenas 15 anos de idade, a tenista Coco Gauff desfrutou de uma ascensão ao estrelato tão rápida que se tornou o grande destaque do Torneio de Wimbledon, o campeonato de tênis mais antigo do mundo.

Nesta segunda-feira (8), Gauff foi derrotada pela tenista romena Simona Halep, considerada a melhor jogadora de tênis das últimas temporadas. Gauff, por sua vez, se tornou a qualifier mais jovem da história, chegando às oitavas com apenas 15 anos.

Apesar de sua notável habilidade que conquistou fãs nas arquibancadas do All England Club, em Londres, Gauff permaneceu humilde e mostrou seu caráter e fé.

Depois de sua importante vitória sobre a ex-campeã Venus Williams, a jovem americana agradeceu à campeã por tudo que ela fez pelo esporte. “Ela tem sido uma inspiração para muitas pessoas”, disse Gauff ao New York Times. 

Então, a jovem se ajoelhou ao lado de sua cadeira para uma oração — uma prática espiritual que permanece com ela desde que seu pai a ensinou a orar juntos antes de ir para a quadra.

“Antes de cada partida, desde que eu tinha 8 anos, meu pai e eu fazemos uma oração juntos”, explicou Gauff. “Nós não oramos pela vitória, oramos apenas para que eu e meu oponente permaneçamos seguros. Depois do jogo, eu apenas agradeço a Deus por esta oportunidade”.

Sua habilidade e maturidade tem conquistado atletas renomados no esporte. Serena Williams, 23 vezes campeã do Grand Slam, classificou Gauff como uma “estrela absoluta”. Sua eventual vencedora, Halep, disse que “ela estará no top 10 em breve”.

Com uma impressionante estreia no Grand Slam, Gauff rapidamente deu crédito ao pai pelo incentivo que impulsionou sua carreira no esporte. “Meu pai me disse que eu conseguiria fazer isso quando eu tinha 8 anos”, disse ela.

“Obviamente você nunca acredita nisso. Eu ainda não estou 100% confiante”, acrescentou a jovem. “Se eu entrasse nesse jogo dizendo: ‘Me deixe ver quantos jogos posso ganhar contra ela’, eu definitivamente não teria vencido. Meu objetivo era jogar o meu melhor. Meu sonho era vencer. Foi o que aconteceu. Eu acho que as pessoas simplesmente se limitam demais”.

Diante da escalada para os altos escalões do tênis, os pais de Gauff afirmam: “Estamos surpresos que esteja acontecendo tão cedo, mas não estamos surpresos com o potencial dela”.

veja também