Lei quer prender pais que são contra a mudança de sexo de seus filhos, no Canadá

O projeto de lei C-8 é apoiado pelo primeiro-ministro canadense Justin Trudeau.

fonte: Guiame, com informações do Christian Headlines

Atualizado: Sexta-feira, 20 Março de 2020 as 11:11

Canadá pressiona por lei que favorece opção homossexual. (Foto: Reprodução/Twitter/Metro)
Canadá pressiona por lei que favorece opção homossexual. (Foto: Reprodução/Twitter/Metro)

O projeto de lei C-8, apoiado pelo primeiro-ministro canadense Justin Trudeau, pretende tornar crime punível com até cinco anos de prisão por "conscientemente" fazer com que "uma pessoa com menos de 18 anos sofra terapia de conversão". O projeto se aplica não apenas aos terapeutas, mas a "todos".

O projeto de lei define terapia de conversão como uma "prática, tratamento ou serviço projetado para mudar a orientação sexual de uma pessoa para identidade heterossexual ou de gênero em cisgênero, ou para reprimir ou reduzir a atração não heterossexual ou o comportamento sexual".

A Campaign Life Coalition, uma organização com sede em Toronto, diz que o projeto é uma afronta aos direitos dos pais e à liberdade religiosa.

"Se você é pai ou mãe de um filho confuso quanto ao sexo, não poderá ajudá-lo a se adaptar ao seu sexo biológico", escreveu David Cooke, da Campaign Life Coalition, em uma análise do projeto.

"Se você é um pastor ou líder de igreja que proclama publicamente o poder de Cristo para transformar homossexuais e transgêneros, pode ser preso por publicidade de ‘terapia de conversão’”, diz Cooke.

O governo Trudeau, afirmou, está "pressionando para erradicar a visão cristã de sexualidade e gênero em praça pública".

"Eles estão trabalhando para suprimir e negar o testemunho de inúmeros ex-gays e ex-trans que expõem as mentiras da narrativa LGBT", escreveu Cooke.

O projeto diz que a terapia de conversão "causa danos às pessoas e, em particular, às crianças" que são submetidas a ela. Além disso, o projeto diz que a terapia de conversão "propaga mitos e estereótipos sobre orientação sexual e identidade de gênero", incluindo "o mito de que a orientação sexual e a identidade de gênero de uma pessoa podem e devem ser alteradas".

"É importante desencorajar e denunciar o fornecimento de terapia de conversão, a fim de proteger a dignidade humana e a igualdade de todos os canadenses", diz o projeto.

O Centro de Justiça para Liberdades Constitucionais, com sede em Calgary, também está alertando sobre o impacto do projeto na liberdade.

"Sob o pretexto de proibir a ‘terapia de conversão’, o Bill C-8 tornaria ofensiva para os pais ajudar seus filhos confusos em relação ao gênero a encontrar paz ao aceitar seu sexo biológico", escreveu John Carpay, do Centro, em uma análise.

A maioria das crianças que lutam com sua identidade de gênero, ele escreveu, "aceitará e recuperará o conforto com sua biologia aos 18 anos de idade" se for apoiada para fazê-lo.

"Uma vez que os hormônios do sexo oposto causaram estragos em um corpo jovem em desenvolvimento, inclusive causando esterilidade ao longo da vida, não há como voltar atrás", escreveu Carpay.

veja também