Lula é comparado a Jesus Cristo e exposto na cruz, em manifestação

Militantes petistas realizaram um ato comparando o ex-presidente a Cristo, em Recife, provocando indignação de diversos grupos cristãos.

fonte: Guiame, com informações de Folha Política

Atualizado: Sexta-feira, 21 Julho de 2017 as 1:08

Militantes petistas realizaram um ato comparando o ex-presidente a Cristo. (Foto: Reprodução)
Militantes petistas realizaram um ato comparando o ex-presidente a Cristo. (Foto: Reprodução)

Militantes petistas realizaram nesta quinta-feira (20) um ato comparando o ex-presidente Lula a Jesus Cristo em frente à Câmara Municipal do Recife, em Pernambuco.

Cerca de 20 pessoas carregavam faixas, cartazes e uma cruz na qual uma foto de Lula foi colocada juntamente com a imagem de Cristo, com os dizeres “condenados sem provas”. Eles também gritavam a frase “Fora, Temer!”

Sindicalistas já tinham feito a mesma comparação de Lula com Cristo pregado numa cruz, em um protesto realizado no dia 22 de setembro de 2016, em Recife.

Na ocasião, os manifestantes utilizaram distorcidamente o trecho bíblico de Mateus 5:10: “Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça”. As imagens voltaram a circular nas redes sociais e têm ofendido profundamente diversos grupos cristãos.


Protesto realizado no dia 22 de setembro de 2016, em Recife. (Foto: Reprodução)

Em seus discursos, Lula costuma fazer a mesma comparação feita pelos manifestantes. Em setembro do ano passado, Lula afirmou em um de seus discursos aos militantes do PT que “só Jesus Cristo ganharia dele”.

“Eu tenho uma história pública aqui no Brasil e acho que só ganha de mim aqui no Brasil, Jesus Cristo. Pense num cabra conhecido e marcado nesse país”, afirmou.

O ex-presidente ainda comparou a condução das investigações a atos de perseguição e chegou a citar o sofrimento de Cristo.

“Eu falo para o meu filho: ‘Não fica com raiva. É assim mesmo. Vamos suportar’. Jesus Cristo sofreu mais do que nós. Tiradentes foi crucificado e somente depois de mais de cem anos que ele foi transformado em herói. Se a gente tem que pagar esse preço, vamos pagar”, disse.

A santidade que envolve o nome de Deus e a perseguição sofrida por Jesus não merecem estar relacionadas às acusações feitas ao ex-presidente. Sua tentativa de se colocar como uma figura bíblica dá sinais do desespero que tem dominado a defesa de Lula.

veja também