Militar cai de penhasco e sobrevive após oração: “Percebi que estava indo para o inferno”

Em uma fração de segundos, Tim fez uma oração e a corda que estava usando impediu sua queda a poucos centímetros do chão.

fonte: Guiame, com informações de God Reports

Atualizado: Segunda-feira, 18 Setembro de 2017 as 11:54

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Logo após completar 18 anos, Tim Moynihan se alistou no Exército dos Estados Unidos e se tornou um oficial de inteligência anos mais tarde.

Além de ser um oficial, Tim sempre foi interessado em ficção científica, ovnis, metafísica e profecias apocalípticas. Ele foi criado por uma família católica, mas teve a vida rodeada por bebidas e mulheres.

Em um dia de treinamento, Tim estava subindo um penhasco e sofreu uma queda. Em uma fração de segundos, uma oração para um Deus desconhecido passou por sua cabeça. Inexplicavelmente, a corda apertou e impediu sua queda a poucos centímetros do chão.

“Essa foi uma ligação íntima. De alguma forma, eu sabia que Deus tinha me salvado. Então, do nada, um homem da minha unidade me convidou para o estudo evangélico da Bíblia”, lembra Tim, que hoje tem 52 anos.

No primeiro encontro, a pregação confrontou muitos pecados que estavam presentes na vida de Tim. Seu amigo o incentivou a visitar o estudo bíblico novamente, mas Tim sentia receio.

“Eu senti medo de voltar”, admite. “No entanto, acabei tinha me formado numa das escolas militares mais difíceis e perigosas que existe, então eu me forcei a ir lá novamente. De repente, tudo faz sentido”.

“Um dia eu estava lendo a Bíblia no meu quarto e percebi que eu estava indo para o inferno, que eu estava errado por 26 anos. Saí da minha cama, me ajoelhei no chão e pedi a Deus para me perdoar por eu ter sido idiota por 26 anos”, lembra o militar.

Tim se rendeu a Jesus Cristo naquele dia, em 1991. Na mesma semana, ele se casou com sua namorada, Susan, com quem já morava junto — apesar dela não estar convencida das verdades do cristianismo até um ano depois.


Tim e Susan Moynihan, na época em que eram namorados e trabalhavam juntos. (Foto: Reprodução)

Enquanto frequentava a igreja, Tim rapidamente recebeu o chamado para pregar. Quando foi transferido para o Havaí, ele se envolveu na Igreja Potter’s House e se tornou pastor. Ele liderou uma igreja em Honolulu, capital do estado, entre 1997 e 2006.

Então, ele passou a assumir uma igreja problemática em Oceanside, na Califórnia, onde lida com fuzileiros navais que não querem ouvir sobre seu pecado.

“Eu fui agredido, perfurado, atingido na cabeça, cuspido e ameaçado com uma faca. Por que isso acontece? Porque Satanás odeia o Evangelho. Satanás odeia os líderes. Mas eles trataram meu Salvador muito pior, quando Ele levou Sua cruz por Jerusalém”, lembra Tim das fases difíceis.

Por outro lado, ele se alegra pela chance de ter a vida transformada por Deus. “Ser pastor e evangelista foi melhor coisa que já fiz”, disse ele, que hoje lidera a Igreja Lighthouse, na Califórnia.

veja também