“Não existia beleza interna em mim, eu só queria as coisas do mundo”, diz Ângela Bismarchi

Ângela Bismarchi reconhece que, sem Deus, não havia beleza em sua vida.

fonte: Guiame, com informações do TV Fama

Atualizado: Quarta-feira, 10 Abril de 2019 as 12:33

Ângela Bismarchi reconhece que, sem Deus, não havia beleza em sua vida. (Foto: Reprodução/Facebook)
Ângela Bismarchi reconhece que, sem Deus, não havia beleza em sua vida. (Foto: Reprodução/Facebook)

Ângela Bismarchi ganhou fama com seus procedimentos estéticos, mas reconhece que, sem Deus, não havia beleza em sua vida. “Eu estava cega, hoje eu vejo”, ela afirma sobre sua conversão ao cristianismo, que aconteceu em 2016.

Bismarchi falou sobre sua fé em entrevista ao TV Fama, no XVI Congresso Mundial de Medicina Estética, onde acompanhava o marido, cirurgião plástico Wagner de Moraes. “Não é porque eu virei cristã que eu vou deixar de me cuidar. Eu continuo me cuidando, mas não excessivamente como antigamente”, disse ela.

Para exemplificar sua antiga obsessão pela beleza, Wagner contou que ele chegou a interromper um jantar para levar Ângela de última hora em sua clínica, para eliminar uma gordura localizada através de um procedimento médico. “É o cúmulo da vaidade. Quando chegamos nesse ponto, não é legal”, ela comenta.

Atualmente, o casal está fazendo uma graduação em teologia na Faculdade de Ciências e Teologia Eclética.

“A beleza interna é muito mais importante do que a externa”, conclui Ângela. “Não existia beleza interna em mim. Eu só pensava nas coisas do mundo, riqueza, fama; e a Bíblia não ensina isso. Tem certas coisas que não podemos mais fazer na vida, porque levam ao pecado”.

Uma de suas principais renúncias foi o Carnaval. “Meu nome sempre foi vinculado ao Carnaval. Mas [fazer parte disso] é expor muito o corpo, a sensualidade. Eu fiz várias capas de nudez, fui muito nua para o carnaval. Eu estava cega, hoje eu vejo”, ela destaca.

veja também