Vídeo: pai ucraniano chora ao se despedir da filha antes de se alistar para guerra

O presidente da Ucrânia decretou que homens, entre 18 a 60 anos, devem permanecer no país, caso sejam chamados para lutar.

Fonte: Guiame, com informações de Faithwire, New York Post e MetrópolisAtualizado: sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022 18:37
 A guerra está obrigando as famílias a se separarem na Ucrânia. (Foto: Instagram/Ali Özkök).
A guerra está obrigando as famílias a se separarem na Ucrânia. (Foto: Instagram/Ali Özkök).

Enquanto as tropas russas já estão em Kievda, capital da Ucrânia, para uma tomada iminente do poder, os danos humanos do ataque já são vistos em vídeos que tomaram as redes sociais.

Um desses vídeos mostra a despedida comovente de um pai ucraniano de sua filha pequena e da esposa, que partiram em um ônibus, provavelmente para longe do cenário de guerra, enquanto o homem permanecia para se alistar na guerra.

O momento tocante registrado pelo jornalista Ali Özkök, correspondente da rede turca TRT, testemunha como o conflito no leste europeu separa as famílias de forma cruel e desesperadora. 

Na cena dolorosa, o pai arruma a touca na cabeça da menina e dá o que pode ser o seu último beijo na bochecha da filha. Segurando suas pequenas mãos, o homem fala algo, mas tem a fala interrompida ao cair no choro. Soluçando desesperadamente, ele apoia a cabeça no casaco rosa da menina.

Ela também começa a chorar alto, enquanto se abraçam novamente, junto com a mãe, antes delas embarcarem no transporte, que supostamente a levaram para um local seguro. 

Não se sabe muitas informações sobre a família e nem onde o vídeo foi gravado. Cenas deste tipo têm se multiplicado na internet, enquanto o presidente da Ucrânia decretou que homens, entre 18 a 60 anos, devem permanecer no país, caso sejam chamados para lutar.

Em pronunciamento nesta quinta-feira (24), Volodymyr Zelensky convocou “todos os que puderem” a se alistar para combater ao lado do exército ucraniano.

“As famílias estão sendo forçadas a tomar a agonizante decisão de se separar. Mulheres e crianças estão indo para as zonas seguras enquanto os homens ficam para trás para lutar para proteger suas casas”, disse uma fonte local ao jornal Sun.

Enfrentando o poderio militar russo muito mais forte, a Ucrânia ensinou, pela TV, a população a preparar bombas caseiras para ajudar no enfrentamento das tropas da Rússia. 

As forças russas iniciaram um ataque em larga escala à Ucrânia na madrugada desta quinta-feira (24), com explosões na capital Kiev e outras cidades. Na manhã de ontem, um grande tráfego de carros passou a circular nas ruas, com cidadãos saindo da capital.

Enquanto bases militares são alvos de ataques, famílias ucranianas se protegem em estações de metrô, que estão servindo como abrigo antiaéreo, nas cidades de Kharkiv e Kiev.


A guerra está obrigando as famílias a se separarem na Ucrânia. (Foto: Instagram/Ali Özkök). 




Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições