Análise do CD 'Entrega', de Chris Durán

Análise do CD 'Entrega', de Chris Durán

Atualizado: Segunda-feira, 29 Outubro de 2012 as 2:48

 

Em nova gravadora Chris Duran apresenta seu novo trabalho “Entrega” lançado em Setembro de 2012 durante a Expo Cristã, prometeu ser um álbum ao vivo e dinâmico, porém ao ouvir não é bem o que entrega e poderá tirar as suas conclusões. Ao meu ver é um álbum que você coloca pra ouvir quando está naqueles momentos em que vai orar e adorar ao Senhor. Alguns apontaram o álbum como buscando semelhança com Michael W. Smith mas não tem aquelas canções grandiosas como Michael traz em seus álbuns worship. Ele se revela mais como um CD de apoio para você ter aquele tempo com Deus.
 
O CD abre com a agitada “Deus está Exagerando” confesso que quando li, achei um tanto curioso o nome e logo peguei o encarte e entendi o que ele quis dizer no título da música que é bem agitada, congregacional com as guitarras lá em cima se ouve bem, ele aproveitou pra dar um clima ao vivo. Por que Deus está Exagerando, quis passar a mensagem de que o nosso Deus quando faz algo por nós Ele exagera ao nosso ver com os nossos olhos, essa é a analogia colocada. Com todo o clima colocado nos instrumentos, a igreja ao fundo, o backing pouco utilizado, senti que na voz do Chris achei um pouco preso por ser ao vivo pra dar aquele clima “ao vivo”. Esta é composição de Rosi Gonçalves.
 
Parabéns ao Hananiel Eduardo que é o produtor musical do álbum e pelo som do piano colocado desde a abertura desta que continua dando aquele clima de celebração com a igreja ao fundo, as duas agitadas do álbum mostram que Chris soube escolher as agitadas e vem bem congregacional podem ser utilizadas no período de louvor. Ouvindo e o piano bem no meu ouvido, as guitarras também, bom demais, algumas músicas de celebração não tem muito nexo, mas ele conseguiu nesta que é composição dele mesmo com Val Silvestre. Claro... o nome da música é “Geração Inconformada”, na letra traz algo sobre Sansão e Dalila e ao final aquele som típico aparece pra finalizar de maneira interessante a música.
 
“Autor da Vida”, sim novamente Chris Duran gravou esta música de seu amigo Leo Fonseca, artista integrante do cast da Canzion. E ganhou uma roupagem diferente e já na terceira caminhamos para o “período de adoração”. A igreja canta ao fundo, e Chris começa a música bem intimista ao som do piano. “Tua presença” de Joe Vasconcelos segue na mesma linha da anterior com o piano e a cozinha vem na sequencia.
 
Com piano e violino vamos para a “Entrega”, composição de Chris Duran e Hananiel Henklein. Esta é a que carrega o nome deste álbum lançado pela Som Livre, é suave, a igreja acompanha ao fundo, o Coral Resgate quem faz o pano de fundo da música. “Entrego tudo a Ti, confio só em Ti, oferto-me a Ti, Como jamais eu fiz, formoso, bondoso, espero em Ti, o pleno, o melhor provém de Ti” esta é a música toda, bem simples e fala entrega a mensagem. “Jesus, Tu és meu bom pastor” é uma composição de Coalo Zamorano, versão de Chris Duran. Esta já foi gravada pelo Ronaldo Bezerra há um bom tempo atrás, é bem worship a música.
 
“Posso Sentir” e “Fiel” na sequencia levam a linha worship com a cozinha e o cello dando um toque diferente na música, com a igreja ao fundo com o clima ao vivo, o Coral Resgate como pano de fundo nas aberturas. A musicalidade deste álbum está extraordinária, curtindo muito. Por mais que o álbum foi bem produzido cansa um pouco porque não tem aquela dinâmica o lado worship está já na 6ª música, poderia ter mais canções de celebração pra dar uma levantada no meio do álbum, aconselho para aqueles momentos que você tira para orar e adorar a Deus cai muito bem.
 
O voz e violão desde a intro e vai seguindo na estrofe e coro e na segunda estrofe segue e ganha o violino, esta é a “Minha Noiva” composição de Chris Duran. Só no final a cozinha entra pra dar um up e encerra. Quando penso que teríamos uma finalização com uma música mais agitada, não é o que ouvimos, vamos pra mais uma canção lenta e assim encerramos o novo álbum do cantor pela Som Livre.
 
Pode-se dizer que não é aquele álbum congregacional que achei que fosse e creio que todos que ouvirem o álbum acharão também como eu que quando ouve as três primeiras faixas pensa que ouvirá um álbum congregacional grandioso, não é assim, mas o cantor nos entrega um CD pra orar e adorar estilo os que a Pra. Ludmila Ferber faz. Quem curte esta linha bem tranquila é uma boa pedida.
 
www.casagospel.com.br 

veja também