Análise do CD 'Marcus Salles - Ao Vivo na Igreja'

Análise do CD 'Marcus Salles - Ao Vivo na Igreja'

Atualizado: Quinta-feira, 20 Dezembro de 2012 as 2:48

 

O primeiro trabalho foi lançado pela Sony Music com produção do requisitado profissional, Jammes Castro, o Jamba. O CD teve boa acolhida da crítica e do público, mas apresentou uma faceta diferente do que o público estava acostumado seguindo uma linha mais pop sofisticada. E o tempo passou e agora um novo CD chegou pela Sony Music "Marcus Salles – AO VIVO NA IGREJA", o cantor retoma ao som que o consagrou dentro das igrejas onde o cantor tem forte ligação por ser pastor-titular, o Projeto Vida Nova de Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro.
 
A banda é formada por Elivelton Horst nos teclados, Miza Vieira no baixo, Lucas Santana na bateria e Sérgio Cavalieri nas guitarras. O Quarteto consegue um resultado estupendo em cada canção. Vale lembrar que o projeto foi gravado ao vivo na igreja Projeto Vida Nova em Campo Grande em dois dias e praticamente todo o áudio captado no dia, manteve-se inalterado na versão final do CD.
 
Com palmas e riffs de guitarra abrimos a análise de “Um só Dia”. Com violão ao fundo ouvimos esta composição de Sérgio Cavalieri. É empolgante desde o início com os riffs executados por Sergio Cavalieri, o som do synts de Elivelton fazem a cama, vocalmente Marcus traz alguns arranjos que incrementam a canção. O público ouvimos mais na segunda vez que se executa o coro junto com as palmas nas estrofes.
 
“Vem Senhor Jesus” a cama que a guitarra faz e os riffs dão o ar pop/ rock congregacional que Marcus quer trazer neste CD, composição de Marcus Salles, pela letra e o tamanho da música podemos remeter a um som a lá David Quinlan um período worship no CD já no início com direito a pequenas ministrações em um determinado tempo aos 2:07 o corte das guitarras foi muito gritante não entendi mas seguindo o violão executado por Marcus Salles ganha mais força juntamente com a igreja ao fundo. Ao final da canção o que se faz no violão é algo bem usado no country bem legal a surpresa junto com uma ministração.
 
“Além do Normal” vem com uma abertura bem encorpada na guitarra com solos, o violão e o baixo marcando bem, composição de Marcos César, Renato César e Davi Fernandes. É uma canção de adoração mas não ouço a igreja como a proposta do ao vivo. Ahh sim após os 3m30s podemos ouvir algumas entradas da igreja dando o clima ao vivo, e o backing está mais no uníssono.
 
“Igreja do Senhor” dividido em INTRO e a música em si, na intro Marcus Salles coloca sua filha Rebeca Salles pra cantar com ele tudo com o som do violão. Composição de Marcus Salles. Pelo fato de Marcus estar mais entrosado com o meio “igreja” esta canção passou uma mensagem ainda mais forte “ninguém é perfeito, mas isso é a graça do Senhor que ama a igreja desse jeito”, é uma ponte muito bem criada. Após contamos com uma ministração de Marcus Salles com muitos elementos, solos de guitarra, ministração espontânea, o backing vocal acompanhando bem, lembra bem aqueles momentos poderosos de ministração nas igrejas americanas com o “revival”.
 
Mais agitada com uma levada mais rock esta composta por Marcus Salles e Monique Betta de Salles, as guitarras estão bem presentes e fortes nesta “Não há evangelho sem cruz” a igreja aparece ainda mais, e contou com a participação mais que especial de Fernandinho, gentilmente cedido pela Onimusic. “Nosso Deus” do original é “Our God” que vem fazendo sucesso nos países de língua inglesa, poderosa canção de adoração de Chris Tomlin, a versão usada aqui é a original na minha opinião esta poderia ter mais peso e utilizado mais a igreja pra deixar a canção mais explosiva e os instrumentos vieram tímidos, mas tem tudo pra ser um grande single em terras brasileiras, pelo menos onde congrego será rss. Encontrei no Youtube esta canção pra você que está lendo a análise ter uma ideia desta versão que pra mim vai pegar no Brasil, porque lá fora já é um dos fenômenos.
 
“Aviva-nos” – “Awakening” e a canção anterior estão presentes em um dos CDs Passion, esta canção ouviremos muito porque não foi só Marcus Salles quem gravou esta canção, ouviremos no novo projeto do Adoração e Adoradores. Marcus Salles convida Quezia Salles pra cantar juntamente com ele esta explosão musical de adoração. “aviva-nos cumpre o Teu querer em mim”. Uma ministração após esta dá mais ênfase a canção.
 
“Eu já me decidi” de Marcus Salles sai do momento worship e cai pra mais um pop/ rock bem estilo da primeira canção que abriu o CD, as palmas vem com tudo, tem umas pitadas bem brasileiras do pop. “Espírito Santo Meu Amigo” composição de Marcus Salles, esta fala do nosso amigo Espírito Santo que passeia no meio de nós e sempre está ao nosso lado, dentro de nós, ao nosso derredor ele está sempre perto e se manifesta de diversas maneiras, canção de reflexão e exaltação ao Espírito Santo com muito violão.
 
“Todos Juntos” de Marcus Salles vem com uma exortação de forma cantada uma balada, com elementos criados no teclado. Mesmo que a exortação não esteja bem explícita ela vem de maneira sutil que quem ouvir vai entender a mensagem que o cantor quis passar nesta canção. Musicalmente ela vai crescendo e dando mais gosto pra ouvir. Após ouvimos o “Todos Juntos instrumental”.
 
“Eu navegarei” de Azmaveth C. Silva quem não conhece esta canção? Ganha um toque moderno na voz de Marcus Salles, o peso do baixo com o a guitarra ao fundo, alguns riffs completam a melodia e claro a igreja não poderia deixar de entoar esta muito conhecida canção de adoração usada e muito em nossas igrejas. A melodia ganhou algumas mudanças radicais e não perdeu em nada a essência da música, só acrescentou.
 
E finalizamos o CD com a canção “Rei Meu”, que fora gravada por Aline Barros e para aqueles que não costumam ver os compositores, esta é uma canção de Marcus Salles e claro ele pode sim regravá-la. No geral é um CD com boas canções que podem algumas ser incluídas no repertório de igrejas, principalmente as versões que pra mim são as mais voltadas pra igreja, questão de gosto, é um bom CD que a Sony Music traz ao mercado.
 
 
por casagospel.com.br
 

veja também