Análise do CD 'Para Sempre', de Renato Vianna

Análise do CD 'Para Sempre', de Renato Vianna

Atualizado: Sexta-feira, 14 Dezembro de 2012 as 3:42

 

Ele conseguiu impressionar muitos que ouviram sua voz, com apenas 16 anos, participou do quadro “Jovens Talentos” do programa Raul Gil e assim foi visto por Leandro Aguiari, produtor e idealizador da Fly Music, onde a ideia de inovação é passada para todo o cast.
 
E o seu primeiro CD surge "Para Sempre" com a produção de Leandro Aguiari mesmo, onde fica claro a sua identidade pelas músicas de impacto atrelado ao rock, uma voz super interessante e que combina com o estilo musical. E preparamos uma análise deste projeto, e se inicia a parceria do CasaGospel.com com essa nova gravadora que surgiu na Expo Cristã 2011 arrebatando muitos visitantes em seu stand.
 
“Antes que Ele volte” traz efeitos, a bateria crescente, a guitarra em um riff misturado com solo, o baixo na marcação, o órgão pode ser ouvido também, mas ao iniciar a estrofe ouvimos uma levada totalmente diferente do que foi apresentado na abertura, podemos assim dizer, que foi muito bem elaborada, mas falando agora da estrofe, ela vem com uma pegada mais violão e voz um e duo e o peso volta no coro quando ele canta “Eu quero viver mais perto de você, eu quero entregar minha vida e Te adorar...”. Esta canção que abre o CD vem com bastante informação logo de cara, mas é uma boa canção. Composição de Leandro Aguiari e Jhonny Mazza.
 
Riffs de guitarra e com o baixo marcando assim é a intro de “Reina sobre Mim”. A voz de Renato é de rockeiro mesmo, voz forte com um pouco de rouquidão completa o timbre do cantor, aqui usa também ele faz um duo composição de Jeremias. “Para Sempre” é uma composição de Leandro Aguiari e foi a escolhida pra dar nome ao CD e também é o primeiro single do cantor, o som do piano abre a intro desta, e ao entrar na estrofe Renato junto com o violão entoa: “Eu encontrei razões para viver, perdão para sentir Teu grande amor por mim...” é uma canção de peso e mereceu o destaque está tendo no CD esta é a terceira música do álbum. Você pode ouvir a canção abaixo.
 
O piano também com alguns efeitos ao fundo dão forma à “O amor que está em mim” composta por Renato Vianna, Leandro Aguiari e Angelo Garcia. É uma balada que no coro ganha mais vozes pra dar um peso maior à canção. O que dá a entender pela letra é uma balada romântica. “Liberta-me” vem na sequência e versa sobre a dependência que precisamos ter em Deus para enfrentar o dia a dia, e um clamor pedindo ao Senhor que liberte de tudo que impede de depender de Deus. Musicalmente vem com um rock balada bem produzido por Leandro Aguiari e alguns riffs pra dar uma roupagem mais carregada e o violão sempre ao fundo.
 
“Cravos que eram para estar em minhas mãos, pregos que estariam em meus pés, Ele escolheu os cravos, Ele escolheu as lágrimas...” composição de Jeremias traz uma letra profunda já do início da canção “Por que me amou?” com guitarra e piano aparecendo mais, ele fazendo duo dando um peso no coro. Linda canção. Com efeitos na intro o piano dedilhado e a guitarra em riffs e alguns pads assim é a levada de “Jerusalém” composição também de Jeremias, canção reflexiva e que usa e abusa da voz de Renato em alguns agudos. As melodias são bem distribuídas sobe e desce o tom algumas vezes.
 
Um rock bem progressivo e pra frente, composição de Leandro Aguiari esta é a “Culpado e Inocente” a bateria vem com tudo, pra quem curte um som mais pesado aqui é a sua vez vai curtir muito o que o produtor trouxe para o cantor nesta. “Minhas palavras” é composta por Leandro Aguiari, Angelo Garcia e Renato Vianna fizeram desta uma canção onde o coro é maior que a estrofe, é diferente mas ficou bem interessante.
 
A faixa 10 deste álbum nos reserva uma grata surpresa, um pop/ rock com muito sentimento composto por Leandro Aguiari, estou falando de “Pai” com riffs e o som do órgão, alguns sinos na intro dão o tom desta que faz com que Renato Vianna explore sua extensão vocal, que agudo ele tem, muito bom mesmo. Na letra vamos ouvir uma gratidão de que a paz só vamos sentir quando estamos ligados ao nosso Pai.
 
“Novo Dia” fecha o CD bem pra cima com muitos riffs solos pegada forte na guitarra e as notas bem criativas composta por Angelo Garcia, Leandro Aguiari e Renato Viana, uma característica que Renato coloca em sua marca são os duos que ele faz pra dar uma marcada legal principalmente nos coros onde a melodia precisa aparecer mais e ganhar o gosto do público, foi uma levada bem interessante. E uma faixa bônus que é a “Liberta-me” na versão acústica. Com violão e piano.
 
O primeiro trabalho de Renato Vianna veio bem coeso e com um rock bem elaborado. São boas canções com alguns singles que podem ser utilizados na igreja ou em algum evento evangelístico. Vem numa levada que lembra um pouco o cantor PG, sendo que ele também é produzido por Leandro Aguiari, e os compositores são alguns que também trabalham com o cantor.
 
 
por Alex Eduardo
casagospel.com.br

veja também