“Não é a nossa música, mas a presença de Deus que alcança vidas", diz Novidade de Vida

Edson Soares, vocalista da banda, disse como o Ministério passou a ser convidado para ministrar fora do Brasil e contou sobre curas e libertações.

fonte: Guiame, Karlos Aires

Atualizado: Terça-feira, 18 Julho de 2017 as 4:21

Edson Soares, vocalista do ministério, falou sobre as experiências da banda fora do Brasil. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa).
Edson Soares, vocalista do ministério, falou sobre as experiências da banda fora do Brasil. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa).

A cada dia que passa, surgem mais bandas cristãs e ministérios que visam levar o Evangelho de Cristo para sua cidade, estado e nação. E quando se tem a oportunidade de ministrar para fora do país, a alegria toma conta dos membros. Isso é exatamente o que tem acontecido com o ministério Novidade de Vida. Eles já tocaram em mais de 12 países e se preparam para uma turnê na Europa.

Em entrevista exclusiva para o Portal Guiame, durante a Expoevangélica 2017, eles contaram como tem sido a experiência de ministrar para além do Brasil. “Somos de Brasília e temos temos visto a nossa música se expandir muito nos últimos anos. Já gravamos músicas em português, inglês e espanhol. Deus tem nos abençoado e aberto muitas portas. Estados Unidos, América Central e América do Sul, principalmente. A música em espanhol é mais forte hoje”, disse Edson Soares, vocalista da banda.

Perguntamos como surgiu a oportunidade de ministrar para fora do Brasil. “Isso teve início na Bolívia, em 2011, durante uma convenção que a gente participou e então surgiram alguns convites, dentre eles, um evento na Guatemala, em 2013, com mais de 5 mil pastores. Isso abriu muitas portas para nós. Estados Unidos, Guatemala, Nicaragua, Honduras, El Salvador, Panamá. E então expandiu também para a América do Sul, como Argentina, Bolívia, Colômbia e Uruguai. Nossa próxima turnê será na Europa em agosto e temos mais uma no México em novembro”, ressaltou Edson.

Frutos de um trabalho

Edson ainda comenta o que deixa o grupo mais feliz durante essas ministrações. “O que mais me encanta não é o fato de passar nos lugares e estar nos lugares, mas é ver o que Deus faz quando a gente passa por esses lugares. Não é por nós ou por mérito nosso, mas a gente só leva aquilo que Deus quer fazer e a gente vê pessoas rendidas na presença de Deus e sendo cheias, transformadas pelo poder do Espírito Santo. Essa é a nossa maior gratificação”.

Ele ressalta: “Não é a nossa música ou o nosso som, mas é a presença de Deus que alcança às vidas quando a gente toca as nossas canções. Isso é o principal”.

Edson Soares (vocalista), Adriano de Melo (guitarrista) e Marcos Lira (Baterista). (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa).

Testemunhos

“Em todas as turnês a gente recebe inúmeros testemunhos de pessoas que tiveram suas casas transformadas. A gente recebe testemunho pelas redes sociais de pessoas falando que por meio das nossas canções famílias foram transformadas.

Um dia a gente estava ministrando em um culto nos Estados Unidos e um rapaz com esclerose múltipla apareceu. A gente orou por ele e ele foi curado na hora. Teve sua vida restaurada. A gente ora pelas pessoas, ministra a Palavra. A gente inicia nossas ministrações com canções mais intensas e de alegria, então a gente trás o povo para perto de nós. Depois entramos com um momento muito forte de adoração onde Deus preenche essas pessoas de uma forma muito especial”, finalizou.

veja também