MENU

Concessão de crédito consignado está em queda, constata Banco Central

Concessão de crédito consignado está em queda, constata Banco Central

Atualizado: Segunda-feira, 29 Setembro de 2008 as 12

Concessão de crédito consignado está em queda, constata Banco Central

Dados do Banco Central divulgados hoje, dia 26 de setembro, indicam que a concessão de crédito consignado (com desconto na folha de pagamento) está em queda. Nos 12 meses fechados em agosto, as novas concessões caíram 18,3%. A participação dessa modalidade no total do crédito pessoal caiu de 57,2% em janeiro deste ano para 54,9% no mês passado.

Segundo o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, um dos motivos para a desaceleração é o fato de as instituições financeiras já não darem a "mesma ênfase" na oferta do crédito consignado. Ele explicou que isso é resultado da diferença entre o custo para captar o dinheiro e a taxa de dessa modalidade de crédito, que é uma das mais baixas.

"O crédito consignado trabalha com taxas de juros bem mais baixas. O limite de taxa para aposentados é de 2,5%. Como o custo de captação subiu, então [há] menor esforço do ponto de vista da oferta", afirmou. A taxa de juros anual para o crédito consignado subiu 0,1 ponto percentual de julho para agosto, quando ficou em 28,5%.

Altamir Lopes disse que outro fato de peso é o fato de o crédito consignado já ter atendido todo o público que pode se credenciar para essa modalidade, que são aposentados e funcionários públicos. "Mesmo porque no segmento privado há dificuldades em fechar contratos com as empresas, então chegou a um patamar em que não há muito espaço para crescimento", complementou Lopes.

veja também