MENU

1ª Feira do Livro pretende estimular o hábito da leitura em Feira de Santana

1ª Feira do Livro pretende estimular o hábito da leitura em Feira de Santana

Atualizado: Sexta-feira, 9 Maio de 2008 as 12

Fazer da leitura um instrumento para o exercício da cidadania. É esta a idéia que norteia o projeto da 1ª Feira do Livro, que acontecerá no período de 30 de maio a 1º de junho, na praça da Catedral, em Feira de Santana. O evento tem promoção conjunta de vários segmentos da comunidade, inclusive da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e, tem como objetivo, ser, ao mesmo tempo, ponto de referência de estilos e local de convivência com a cultura, a arte e o entretenimento.

A Feira não estará restrita à compra e venda de livros. Haverá, também, oficinas, palestras, teatro, exposições, contação de histórias e lançamentos de livros, conforme afirma Nacelice Freitas, integrante da comissão organizadora da do evento e coordenadora de Extensão da UEFS.

Em Feira de Santana, cidade com uma população superior a 500 mil habitantes, assim como em todo o Brasil, cada pessoa lê somente um a dois livros por ano. Uruguaios, chilenos e argentinos lêem mais de quatro livros por pessoa ao ano. No Canadá e nos Estados Unidos, a média é de 15 a 25 livros. A mobilização da comunidade, no entendimento dos organizadores, é um passo decisivo para mudar este quadro.

Por essa razão, a Feira do Livro não tem público-alvo específico. “Será um evento aberto”, diz Nacelice Freitas, ao anunciar trabalho de mobilização, para o período de 19 a 28 de maio, em escolas das redes pública e particular. Idealizado pela Arquidiocese de Feira de Santana, o evento já conta com parceiros como a Uefs, Prefeitura Municipal de Feira de Santana, Sesc, Sesi/Fieb, Direc-2 e Academia Feirense de Letras.

veja também