MENU

Aluno é condenado por insultar professor em Minas Gerais

Aluno é condenado por insultar professor em Minas Gerais

Atualizado: Terça-feira, 30 Novembro de 2010 as 2:45

O juiz da 11ª Vara Criminal do Fórum Lafayette, em Minas Gerais, Marcos Henrique Caldeira Brant, condenou nesta terça-feira um estudante universitário por insultar um professor da Fundação Mineira de Educação e Cultura (Fumec). Caldeira determinou o pagamento de uma multa e converteu a pena de um ano e oito meses de detenção em prestação de serviços à comunidade. O estudante foi acusado de crimes de injúria simples, que consiste em insultar alguém, ofendendo a dignidade, e injúria real, que consiste em "violência ou vias de fato, que, por sua natureza ou pelo meio empregado, se considerem aviltantes".

O professor alegou que, por duas vezes, o estudante esbarrou no professor, ao entrar na sala, "de forma deliberada e intencional", com o intuito de humilhá-lo perante os colegas. O professor advertiu o aluno dos atos inadequados, mas o estudante demonstrou desprezo e chegou a insinuar que o professor seria homossexual.

Caldeira considerou coerente os depoimentos das testemunhas para confirmar a intenção maldosa dos empurrões. O juiz ainda considerou que as agressões foram gratuitas, "desproporcionais em relação à causa e à ação, não se justificando pelo simples fato de o aluno não simpatizar com o professor em razão de não estar obtendo boas notas em sua disciplina". Segundo a assessoria de imprensa do Fórum Lafayette, a decisão ainda está sujeita a recurso.    

veja também