MENU

Ano letivo corre risco de atraso nas escolas estaduais de SP

Ano letivo corre risco de atraso nas escolas estaduais de SP

Atualizado: Sexta-feira, 9 Dezembro de 2011 as 2:23

O ano letivo das escolas estaduais de São Paulo corre o risco de começar sem professores suficientes para os cerca de 4,5 milhões de alunos do ensino básico, ou até mesmo sofrer atraso no início das aulas. Segundo o texto, o problema é que 10 mil docentes temporários estão impedidos de voltar ao trabalho em 2012, por causa de lei que impõe uma "quarentena" aos não efetivos.

Em documento enviado à Assembleia Legislativa, o governador Geraldo Alckmin (PSDB), admite o problema e propõe que o período de "quarentena" caia para 45 dias, excepcionalmente em 2012 e 2013.

Os afetados pela regra atual representam cerca de 10% dos temporários, ou 5% do total do magistério.      

veja também