MENU

Anulado após fraude, novo exame da OAB será no dia 18 de abril

Anulado após fraude, novo exame da OAB será no dia 18 de abril

Atualizado: Sexta-feira, 26 Março de 2010 as 12

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) anunciou nesta quinta-feira, dia 25, que a segunda fase do Exame de Ordem será no dia 18 de abril. A prova foi anulada em 7 de março por suspeita de vazamento- um candidato teria sido flagrado com o gabarito durante a realização do exame, em Osasco (SP).

A nova data foi definida pelo Conselho Federal da OAB nesta tarde. O horário de aplicação da prova é aquele já estipulado em edital. A fraude está sendo investigada pela Polícia Federal. O Exame de Ordem habilita bacharéis de Direito a exercerem a advocacia.

Vazamento

Segundo as denúncias, um candidato teria tido acesso à prova antes de sua aplicação, no dia 28 de fevereiro passado. O vazamento teria sido da prova prática de Direito Penal. O exame foi aplicado de forma unificada em todo o país. No total, 18,7 mil candidatos fizeram as provas em 155 locais. Em Osasco, cidade onde foi detectada a suposta fraude, 152 bacharéis foram aprovados para a segunda fase do exame.

"A anulação é para preservar a imagem da Ordem, a credibilidade do exame e, sobretudo, também preservar a qualidade dos colegas que vão entrar na profissão, disse o presidente da OAB, Ophir Cavalcanti, na ocasião do cancelamento da segunda fase do exame. "É muito mais seguro para todos que esse exame seja refeito."

A prova cancelada em 7 de março é a terceira de 2009 - todos os anos, a Ordem realiza três exames de hablitação de bacharéis.

A decisão sobre o cancelamento da prova foi tomada pelo Colégio de Presidentes das 27 Seccionais da OAB, em reunião em Brasília. Além da decisão, o caso está sendo investigado pela Polícia Federal a pedido da OAB, que solicitou ainda uma sindicância ao Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), que realiza o exame em parceria com a instituição.

As investigações feitas pela PF estão sendo mantidas em sigilo.

Custos

O custo para reaplicar a prova da 2ª fase do exame da Ordem deverá ser de R$ 1,3 milhão, segundo o Cespe, órgão vinculado à Universidade de Brasília (UnB) que realiza o exame em parceria com a OAB. O valor é semelhante ao da primeira prova.

veja também