MENU

Aulas práticas do curso de medicina da UFSCar continuam suspensas

Aulas práticas do curso de medicina da UFSCar continuam suspensas

Atualizado: Quinta-feira, 20 Maio de 2010 as 8:07

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) ainda não firmou parceria com um novo hospital para retomar as aulas práticas dos alunos do 5º ano de medicina, no chamado ''internato médico''. Um grupo de 33 alunos está com as atividades paralisadas, desde o dia 30 de abril, quando a Santa Casa da cidade interrompeu o convênio após dois meses sem pagamento.

O conselho do curso - formado por alunos e professores - se reuniu na noite desta quarta-feira (19) para formalizar uma proposta, mas não houve conclusão. Um novo encontro foi marcado para o dia 28 de maio.

Os professores avaliam a possibilidade de firmar parceria com o Hospital Pirajussara, em São Paulo, ou com o Ouro Verde, em Campinas. Ambos são ligados à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Também será analisada uma proposta de retomar os trabalhos com a Santa Casa de São Carlos.

No dia 10 de maio, quando esteve na UFSCar, a secretária de Educação Superior, Maria Paula Dallari, disse que o MEC acompanhava a situação e que esperava que o problema fosse resolvido nos próximos dias.

Para o estudante Marcos Antonio Francisco, de 26 anos, haverá um prejuízo no calendário. ''Tínhamos uma data para nos formar e acredito que teremos atraso. Esperamos que a universidade defina um bom parceiro para termos a melhor formação possível''.

Outro aluno, Guilherme Casale, de 26 anos, disse que os estudantes estão desolados. ''A situação ficou extremamente complicada e agora ficaremos, no mínimo, mais duas semanas sem aulas''.

A assessoria de imprensa da UFSCar informou que a reitoria aguarda a proposta da coordenação do curso. Ainda, segundo a assessoria, a reitoria estuda fazer a reposição de aulas nas férias para que o calendário não seja afetado.

A previsão inicial era de que a turma, a primeira do curso de medicina da UFSCar, concluísse a graduação em 2011.

veja também