MENU

Conferência busca formar professores para reduzir desigualdades na sala de aula

Conferência busca formar professores para reduzir desigualdades na sala de aula

Atualizado: Quarta-feira, 7 Abril de 2010 as 12

Direitos humanos, diversidade e gênero ganharam força nos debates promovidos na Conferência Nacional de Educação, na última quarta-feira, 31 de março. Professores e especialistas abordaram a importância da discussão desses temas nas escolas.

Na mesa Promoção da Igualdade de Gênero na Educação Brasileira, o foco foi a formação dos professores para trabalhar na construção do conhecimento dos alunos de forma a reduzir as desigualdades dentro da sala de aula.

Especialista em educação social, Constantina Xavier, da Universidade Federal do Mato Grosso, lembrou que a educação deve ser pensada "como direito humano para todas as pessoas". Ela acredita que deve ser considerada a formação do docente no processo de naturalização das diversidades. "O professor não pode tratar as diferenças com estranhamento. A postura pedagógica auxilia na construção da identidade dos alunos. Se o professor age com preconceito, isso se refletirá no aluno", disse.

Para a coordenadora do grupo de Gênero, Universidade e Escola, da Universidade Federal de Alagoas, a desigualdade dentro das escolas é uma reprodução da sociedade. "Precisamos incluir a igualdade de gênero na educação no processo de formação continuada do professor", avaliou.

A discussão e elaboração de políticas de igualdade foram os destaques dados pela coordenadora do Núcleo de Pesquisas sobre a Mulher (Nepem) da Universidade de Minas Gerais (UFMG), Marlise Mapos. "É inegável que aconteceram avanços no respeito à mulher, mas ainda é preciso melhorar, para que as crianças aprendam não apenas na escola, mas também em casa como lidar com as diferenças", afirmou.

Por: Rafânia Almeida

veja também