MENU

Confira o que muda com o adiamento das provas do Enem

Confira o que muda com o adiamento das provas do Enem

Atualizado: Sexta-feira, 2 Outubro de 2009 as 12

Os mais de 4 milhões de candidatos que fariam as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste final de semana não precisarão fazer nova inscrição para participar das provas que serão remarcadas.

O exame foi adiado nesta quinta-feira, 1º de outubro, pelo Ministério da Educação após suspeita de fraude. O jornal "O Estado de São Paulo" revelou que foi procurado por um homem que queria vender as provas R$ 500 mil.

O MEC acionou a Polícia Federal e informou "já tomou providências" junto à Polícia Federal e ao Ministério da Justiça para apurar quem vazou a prova". As provas vazadas foram divulgadas na noite de quinta.

Confira abaixo as orientações para os candidatos:

Os estudantes terão de fazer nova inscrição?

Não. Segundo o ministro da Educação, Fernando Haddad, estão mantidas as inscrições dos cerca de 4 milhões de candidatos inscritos em todo o país.

O MEC abrirá um novo prazo de inscrições?

Não. Só poderão participar da prova os alunos já inscritos.

O ministério vai elaborar uma nova prova?

Ao organizar o exame, o Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacional (Inep), órgão do MEC responsável pelo Enem, preparou, para a hipótese de alguma eventualidade, uma prova substituta para ser aplicada no lugar da que foi cancelada.

Quanto tempo vai demorar para a aplicação dessa nova prova?

Segundo o ministro Fernando Haddad, o tempo necessário é o tempo de impressão de outras 4 milhões de cópias da prova - a expectativa é de que sejam 45 dias. Em nota oficial, o Inep diz que vai divulgar "a nova data nos próximos dias, depois de reorganizar a logística".

Os locais de prova serão os mesmos?

Ainda não está definido. De acordo com o MEC, os alunos serão informados pelo correio, pelo celular e pela internet quando a nova data e os locais forem confirmados.

Qual é a recomendação do ministério para os estudantes inscritos?

O ministro da Educação sugeriu que os estudantes aproveitassem o tempo para estudar mais. Professores de cursinho pré-vestibular fazem a mesma orientação.

Qual a nova data de divulgação do resultado das provas?

Inicialmente previsto para sair no dia 8 de janeiro, o resultado final das provas deve atrasar em cerca de um mês.

Qual o impacto desse adiamento nos processos seletivos?

Como as notas serão divulgadas mais tarde do que o previsto, o Enem poderá deixar de ser usado em vários processos seletivos do país, mas as instituições estão aguardando uma posição do MEC para se manifestar.

Como os candidatos poderão tirar dúvidas?

O ministério coloca à disposição dos candidatos o e-mail [email protected] e o telefone 0800-616161.

Os mais de 4 milhões de candidatos que fariam as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste final de semana não precisarão fazer nova inscrição para participar das provas que serão remarcadas.

O exame foi adiado nesta quinta-feira, 1º de outubro, pelo Ministério da Educação após suspeita de fraude. O jornal "O Estado de São Paulo" revelou que foi procurado por um homem que queria vender as provas R$ 500 mil.

O MEC acionou a Polícia Federal e informou "já tomou providências" junto à Polícia Federal e ao Ministério da Justiça para apurar quem vazou a prova". As provas vazadas foram divulgadas na noite de quinta.

Confira abaixo as orientações para os candidatos:

Os estudantes terão de fazer nova inscrição?

Não. Segundo o ministro da Educação, Fernando Haddad, estão mantidas as inscrições dos cerca de 4 milhões de candidatos inscritos em todo o país.

O MEC abrirá um novo prazo de inscrições?

Não. Só poderão participar da prova os alunos já inscritos.

O ministério vai elaborar uma nova prova?

Ao organizar o exame, o Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacional (Inep), órgão do MEC responsável pelo Enem, preparou, para a hipótese de alguma eventualidade, uma prova substituta para ser aplicada no lugar da que foi cancelada.

Quanto tempo vai demorar para a aplicação dessa nova prova?

Segundo o ministro Fernando Haddad, o tempo necessário é o tempo de impressão de outras 4 milhões de cópias da prova - a expectativa é de que sejam 45 dias. Em nota oficial, o Inep diz que vai divulgar "a nova data nos próximos dias, depois de reorganizar a logística".

Os locais de prova serão os mesmos?

Ainda não está definido. De acordo com o MEC, os alunos serão informados pelo correio, pelo celular e pela internet quando a nova data e os locais forem confirmados.

Qual é a recomendação do ministério para os estudantes inscritos?

O ministro da Educação sugeriu que os estudantes aproveitassem o tempo para estudar mais. Professores de cursinho pré-vestibular fazem a mesma orientação.

Qual a nova data de divulgação do resultado das provas?

Inicialmente previsto para sair no dia 8 de janeiro, o resultado final das provas deve atrasar em cerca de um mês.

Qual o impacto desse adiamento nos processos seletivos?

Como as notas serão divulgadas mais tarde do que o previsto, o Enem poderá deixar de ser usado em vários processos seletivos do país, mas as instituições estão aguardando uma posição do MEC para se manifestar.

Como os candidatos poderão tirar dúvidas?

O ministério coloca à disposição dos candidatos o e-mail [email protected] e o telefone 0800-616161.

Os mais de 4 milhões de candidatos que fariam as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste final de semana não precisarão fazer nova inscrição para participar das provas que serão remarcadas.

O exame foi adiado nesta quinta-feira, 1º de outubro, pelo Ministério da Educação após suspeita de fraude. O jornal "O Estado de São Paulo" revelou que foi procurado por um homem que queria vender as provas R$ 500 mil.

O MEC acionou a Polícia Federal e informou "já tomou providências" junto à Polícia Federal e ao Ministério da Justiça para apurar quem vazou a prova". As provas vazadas foram divulgadas na noite de quinta.

Confira abaixo as orientações para os candidatos:

Os estudantes terão de fazer nova inscrição?

Não. Segundo o ministro da Educação, Fernando Haddad, estão mantidas as inscrições dos cerca de 4 milhões de candidatos inscritos em todo o país.

O MEC abrirá um novo prazo de inscrições?

Não. Só poderão participar da prova os alunos já inscritos.

O ministério vai elaborar uma nova prova?

Ao organizar o exame, o Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacional (Inep), órgão do MEC responsável pelo Enem, preparou, para a hipótese de alguma eventualidade, uma prova substituta para ser aplicada no lugar da que foi cancelada.

Quanto tempo vai demorar para a aplicação dessa nova prova?

Segundo o ministro Fernando Haddad, o tempo necessário é o tempo de impressão de outras 4 milhões de cópias da prova - a expectativa é de que sejam 45 dias. Em nota oficial, o Inep diz que vai divulgar "a nova data nos próximos dias, depois de reorganizar a logística".

Os locais de prova serão os mesmos?

Ainda não está definido. De acordo com o MEC, os alunos serão informados pelo correio, pelo celular e pela internet quando a nova data e os locais forem confirmados.

Qual é a recomendação do ministério para os estudantes inscritos?

O ministro da Educação sugeriu que os estudantes aproveitassem o tempo para estudar mais. Professores de cursinho pré-vestibular fazem a mesma orientação.

Qual a nova data de divulgação do resultado das provas?

Inicialmente previsto para sair no dia 8 de janeiro, o resultado final das provas deve atrasar em cerca de um mês.

Qual o impacto desse adiamento nos processos seletivos?

Como as notas serão divulgadas mais tarde do que o previsto, o Enem poderá deixar de ser usado em vários processos seletivos do país, mas as instituições estão aguardando uma posição do MEC para se manifestar.

Como os candidatos poderão tirar dúvidas?

O ministério coloca à disposição dos candidatos o e-mail [email protected] e o telefone 0800-616161.

Os mais de 4 milhões de candidatos que fariam as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste final de semana não precisarão fazer nova inscrição para participar das provas que serão remarcadas.

O exame foi adiado nesta quinta-feira, 1º de outubro, pelo Ministério da Educação após suspeita de fraude. O jornal "O Estado de São Paulo" revelou que foi procurado por um homem que queria vender as provas R$ 500 mil.

O MEC acionou a Polícia Federal e informou "já tomou providências" junto à Polícia Federal e ao Ministério da Justiça para apurar quem vazou a prova". As provas vazadas foram divulgadas na noite de quinta.

Confira abaixo as orientações para os candidatos:

Os estudantes terão de fazer nova inscrição?

Não. Segundo o ministro da Educação, Fernando Haddad, estão mantidas as inscrições dos cerca de 4 milhões de candidatos inscritos em todo o país.

O MEC abrirá um novo prazo de inscrições?

Não. Só poderão participar da prova os alunos já inscritos.

O ministério vai elaborar uma nova prova?

Ao organizar o exame, o Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacional (Inep), órgão do MEC responsável pelo Enem, preparou, para a hipótese de alguma eventualidade, uma prova substituta para ser aplicada no lugar da que foi cancelada.

Quanto tempo vai demorar para a aplicação dessa nova prova?

Segundo o ministro Fernando Haddad, o tempo necessário é o tempo de impressão de outras 4 milhões de cópias da prova - a expectativa é de que sejam 45 dias. Em nota oficial, o Inep diz que vai divulgar "a nova data nos próximos dias, depois de reorganizar a logística".

Os locais de prova serão os mesmos?

Ainda não está definido. De acordo com o MEC, os alunos serão informados pelo correio, pelo celular e pela internet quando a nova data e os locais forem confirmados.

Qual é a recomendação do ministério para os estudantes inscritos?

O ministro da Educação sugeriu que os estudantes aproveitassem o tempo para estudar mais. Professores de cursinho pré-vestibular fazem a mesma orientação.

Qual a nova data de divulgação do resultado das provas?

Inicialmente previsto para sair no dia 8 de janeiro, o resultado final das provas deve atrasar em cerca de um mês.

Qual o impacto desse adiamento nos processos seletivos?

Como as notas serão divulgadas mais tarde do que o previsto, o Enem poderá deixar de ser usado em vários processos seletivos do país, mas as instituições estão aguardando uma posição do MEC para se manifestar.

Como os candidatos poderão tirar dúvidas?

O ministério coloca à disposição dos candidatos o e-mail [email protected] e o telefone 0800-616161.

veja também