MENU

DAAD abre oportunidades de bolsas para brasileiros

DAAD abre oportunidades de bolsas para brasileiros

Atualizado: Quinta-feira, 5 Fevereiro de 2009 as 12

Estão abertas as inscrições para três programas de bolsas oferecidos pelo DAAD (Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico) a brasileiros interessados em estudar na Alemanha: Doutorado Integral, Sanduíche e o recém-lançado Duplo Doutorado. O prazo para as candidaturas referentes ao ano acadêmico 2009/2010 se estende até 2 de março.

A duração máxima da estadia na instituição de ensino alemã varia de acordo com o programa. Enquanto o Doutorado Integral prevê no máximo quatro anos de estudos, o de Sanduíches limita o auxílio ao período de dois anos. O mesmo tempo também é adotado ao Duplo Doutorado, dois anos. No entanto, nessa modalidade, o bolsista pode parcelar esses 24 meses de acordo com a necessidade e o planejamento do projeto de pesquisa.

Os programas abrangem todas as áreas de pesquisa. Para participar de qualquer uma das opções, é exigido o mestrado (concluído no máximo até o fim do primeiro semestre de 2009). No caso das modalidades Sanduíche e Duplo Doutorado, é preciso estar matriculado em programa de doutorado brasileiro. Para o Duplo Doutorado, é necessário ainda que os regulamentos dos programas de pós-graduação das universidades brasileira (na qual o candidato está matriculado) e alemã (para a qual pretende ir) prevejam a possibilidade da dupla titulação.

Apesar da exigência do nível intermediário do alemão ser exigido apenas aos candidatos da área de ciências humanas, todos os concorrentes devem fazer teste prévio de nivelamento, conforme o edital e orientações do DAAD. Aos contemplados numa das opções, são oferecidos bolsas mensais de 1.000 euros, auxílio para cônjuge, passagem aérea e curso de língua alemã com duração de quatro a seis meses na Alemanha.

As iniciativas são resultados das parcerias do DAAD com o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e com a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). (Clique no menu lateral para obter mais informações sobre os três programas de doutorado)

Fluxo contínuo

O DAAD também mantém alguns auxílios com inscrições em caráter de fluxo contínuo. Entre eles estão os programas de apoio para estadias de informação para grupos de estudantes, estadias de pesquisa na Alemanha para doutorandos e intercâmbio de cientistas. As candidaturas, no entanto, devem ser encaminhadas com pelo menos três meses de antecedência da viagem ao país europeu.

Na primeira opção, o subsídio é destinado a grupos de estudantes de universidades brasileiras que queiram conhecer, sob a orientação de um professor, instituições acadêmicas e empresas alemãs relacionadas à sua área. Nessa modalidade, o Serviço Alemão oferece ajuda para a contratação de um acompanhante com conhecimentos do idioma português, e ajuda na elaboração de um programa de viagem e visitas.

O programa de estadias de pesquisa na Alemanha para doutorandos viabiliza a permanência de brasileiros por um período de dois a seis meses. Para participar, é preciso estar regularmente matriculado num curso de doutorado no Brasil, possuir bolsa no País, recomendação do orientador brasileiro e aceitação do orientador alemão. Os participantes recebem ajuda de custo para a passagem aérea, seguro saúde e auxílio mensal de 350 euros.

Já o intercambio de cientistas é destinado a doutores brasileiros com publicações de nível internacional que queiram realizar uma estadia de pesquisa em universidades ou institutos alemães durante período que varia de um a três meses. Nesta modalidade, o DAAD oferece ajuda de custo mensal no valor de 1.990 euros.

Master em mídia na Alemanha

Entre as oportunidades de estudos na Alemanha com inscrições abertas também aparece o curso de Master IMS (International Media Studies). A DW Akademie, instituto de formação profissional da Deutsche Welle (emissora internacional da Alemanha), oferece 15 bolsas integrais para jornalistas, gestores ou assessores de comunicação interessados em freqüentar a pós-graduação, em Bonn, na Alemanha. As inscrições podem ser realizadas até 31 de maio.

O curso, que tem duração de quatro semestres, tem como objetivo propiciar formação prática, mas cientificamente fundamentada. Para tanto, o programa abrange meios de comunicação e desenvolvimento, jornalismo, ciência da comunicação e gestão de meios de comunicação. As aulas do novo master começarão em setembro de 2009.

Para concorrer às bolsas, os candidatos precisam ser de países em desenvolvimento e possuir bacharelado, além de pelo menos um ano de experiência profissional na área de comunicação, como jornalista, gestor de veículo de comunicação ou assessor de comunicação. É necessário ter proficiência tanto em inglês quanto em alemão, uma vez que o curso é bilíngue.

Pedidos de esclarecimentos e candidaturas às bolsas devem ser encaminhados (em alemão ou inglês) diretamente à DW Akademie pelo e-mail [email protected] . O DAAD apenas colabora na divulgação do curso.

Mais oportunidades

Se você não se interessou por nenhum das opções de bolsas apresentadas, é possível se candidatar em outros 10 programas de auxílios a brasileiros organizados, fomentados e/ou divulgados pelo DAAD. Há oportunidades para os mais variados níveis de ensino e em diversas áreas do conhecimento. As inscrições variam de acordo com cada programa oferecido, no entanto, elas estão temporariamente fechadas. Confira no quadro acima as alternativas, fique atento aos novos cronograma e se prepare para os processos de seleção que ocorrerão ainda no decorrer deste ano.

O DAAD é uma das principais organizações de fomento ao intercâmbio acadêmico e científico da Alemanha. A instituição subsidia anualmente cerca de 40 mil alemães e 27 mil estrangeiros através de mais de 200 programas de bolsas. Em 2008, 1.200 estudantes, professores e pesquisadores brasileiros embarcaram à Alemanha por intermédio do Serviço Alemão. "Estima-se que pelo menos outras 1.200 bolsas sejam oferecidas a brasileiros esse ano", diz o assessor de marketing e comunicação do DAAD, Marcio Weichert.

veja também