MENU

Despesas com nova prova do Enem superam R$ 130 milhões

Despesas com nova prova do Enem superam R$ 130 milhões

Atualizado: Quinta-feira, 22 Outubro de 2009 as 12

As despesas com a nova prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já superam R$ 130 milhões. O contrato assinado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e pelo consórcio formado pelo Cespe e pela Cesgranrio apresenta um custo operacional de R$ 99,9 milhões.

A contratação foi feita em caráter emergencial e não teve licitação. Segundo extrato de dispensa de licitação publicado pelo Inep, cabe ao consórcio a responsabilidade de operacionalizar os procedimentos relativos ao Enem 2009.

A contratação do consórcio foi feita após o vazamento da prova do Enem em 1º de outubro. Somados os valores de custo operacional e da impressão da nova prova pela RR Donnelly Moore (R$ 31,9 milhões), os valores já ultrapassam R$ 130 milhões. Além da impressão das provas, a gráfica será responsável pelo manuseio, pela embalagem, rotulagem e entrega dos cadernos de provas do Enem aos Correios.

O contrato anterior tinha um custo total de R$ 116 milhões e o Consórcio Nacional de Avaliação e Seleção (Connasel), responsável pela realização da prova antes do vazamento já havia recebido do MEC cerca de R$ 38 milhões.

veja também