MENU

Educação de São Paulo capacita 330 professores em curso de libras

Educação de São Paulo capacita 330 professores em curso de libras

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 9:31

A Escola de Formação de Professores, em São Paulo, começa nesta quarta-feira (11) a orientação técnica para os cerca de 330 docentes que atuam como interlocutores de libras (língua brasileira de sinais) nas classes do ensino regular da rede em todo o estado.

Sob responsabilidade do Cape (Centro de Apoio Pedagógico Especializado), órgão da Secretaria de Estado da Educação responsável pelo suporte à Educação Especial, a capacitação terá como foco a vivência e metodologia de interpretação para sala de aula, com o objetivo de desenvolver melhores práticas na mediação entre os professores e alunos com deficiência auditiva. Os participantes serão divididos em grupos, que farão o curso em três períodos diferentes no mês de maio (entre os dias 11 e 13, 18 e 20 e 25 e 27).

O interlocutor tem como atribuição viabilizar a comunicação entre o professor-titular e os estudantes que possuem algum tipo de deficiência auditiva. Sua função é interpretar por meio da libras as atividades didático-pedagógicas e culturais desenvolvidas em sala de aula, permitindo o acesso aos conteúdos curriculares.

"O professor-interlocutor não é um simples tradutor, pois ele precisa ter uma metodologia própria para que o aluno possa aprender", explica Maria Elizabete Costa, diretora do Cape. A orientação abordará, por meio de libras, conteúdos do Caderno do Aluno, o material didático utilizado na rede estadual.

Capacitação

No período de 2000 a 2010 foram capacitados 105.276 profissionais pelo Cape. Os professores especializados atuam nos Sapes (Serviços de Apoio Pedagógico Especializado), que devem atender a 14.101 alunos em 2011.

veja também