MENU

EEFE (USP) oferece curso de educação física para gestantes

EEFE (USP) oferece curso de educação física para gestantes

Atualizado: Quinta-feira, 22 Janeiro de 2009 as 12

Para ajudar que as mulheres compreendam melhor o seu corpo naquele que, para grande parte delas, será o maior momento de suas vidas, a Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP oferecerá, a partir de março, a primeira edição do Curso de Atividade Física para Gestantes. As inscrições foram abertas na última segunda-feira, 19 de janeiro.

A criação do curso teve como motivação justamente o desconhecimento sobre as modificações pelas quais o corpo de uma gestante passa. Há alterações de peso, e também as hormonais e psicológicas; é necessária uma adequação na alimentação; e a atividade física, algo que deve ser praticado pela população em geral, não pode ficar de fora da rotina de uma grávida. É claro que são necessárias adaptações nos exercícios – e é justamente com esse foco que o curso se sustenta. ''Mais do que simplesmente aplicarmos atividades físicas, oferecemos orientações em um sentido mais amplo para todas as gestantes'', explica a professora Mônica Yuki Takito, responsável pelo curso.

As gestantes serão orientadas a movimentar seu corpo de maneira saudável – que respeite as óbvias limitações do período, evidentemente, mas que também seja suficiente para o nível de atividade que todo ser humano precisa. No programa das atividades, há a realização de trabalhos aeróbicos – o que pode incluir até corrida para as gestantes que estejam condicionadas para tal – e exercícios para ganho de musculatura. Também haverá atividades com foco em relaxamento e respiração, que empregarão técnicas da ioga.

A professora Mônica acrescenta que a noção de que a gestante é uma ''inválida'' – e, portanto, deve evitar ao máximo qualquer movimento – está, felizmente, em desuso. Mas como cada gravidez tem suas peculiaridades, é impossível pensar em um programa de atividades fixo, aplicável a todas as grávidas. Justamente por esse motivo é que o curso da EEFE se iniciará somente em março: em fevereiro, as selecionadas passarão por exames, que, entre outras coisas, servirão para que seja elaborado seu programa de treinamento. Também por isso há a exigência que apenas mulheres saudáveis e com gestações dentro da normalidade integrem o programa. As aulas terão início em julho.

Carência

Para Mônica, são poucos os estudos acadêmicos que se debruçam sobre o tema da atividade física para gestantes. Há orientações, que são passadas em hospitais das redes pública e privada, mas sente-se falta da realização de programas como o da EEFE, que contemplam a realização de atividades físicas monitoradas por profissionais da área. ''Durante a gestação, a mulher está mais suscetível a modificações do comportamento. Então, é um momento propício também para a modificação de hábitos, que pode incluir na rotina da gestante a entrada de hábitos mais saudáveis'', explica a professora.

O curso que se inicia em março será o primeiro que a EEFE oferece do gênero e a expectativa é que a iniciativa se repita nos próximos anos. Além disso, a professora espera que seja criada uma sequência de atendimentos com essas gestantes, com acompanhamentos dos momentos pós-parto e a prescrição de atividades físicas até o momento em que os bebês passarem a adquirir certa independência.

Além de todos os ganhos para as gestantes, a própria EEFE é beneficiada. A realização de um curso desse tipo ajuda na formação dos profissionais envolvidos, e também na formação de um saber sobre o tema. “Para esse curso de 2009, não faremos pesquisas específicas, por se tratar de uma primeira turma. Mas acreditamos que nas próximas edições poderemos coletar dados para possível uso em estudos mais aprofundados”, conclui a professora.

Serviço

Curso: Atividade Física para Gestantes

De março a junho, na EEFE (Av. Mello Moraes, 65, Cidade Universitária, São Paulo)

Mais informações: (11) 3091-2121  

veja também