MENU

Enem 2009: Sistema não ficou nem um minuto sem receber inscrição

Enem 2009: Sistema não ficou nem um minuto sem receber inscrição

Atualizado: Sexta-feira, 3 Julho de 2009 as 12

Em 18 dias, já são 2.111.227 de pré-inscritos no Enem 2009. O sistema está estável, recebendo em média 200 inscrições por minuto, registrando um pico de 546 inscritos por minuto no segundo dia. Desde a abertura, o sistema manteve-se disponível 24h, com 5.216.017 de visitas até a meia-noite de ontem. As inscrições ocorrem exclusivamente via internet.

O padrão de visitas ao sistema do Enem ao longo dos últimos 17 dias manteve-se linear, com o dobro de procura nos dias úteis, em relação aos sábados e domingos. A procura caiu ligeiramente na segunda semana de inscrições, mas permanece constante nos horários de pico, sempre em horário de almoço (entre 13h e 14h) e final da tarde (entre 17h e 18h). Em média, cada visitante tem permanecido oito minutos e 33 segundos no portal, tempo suficiente para preencher as informações requeridas.

Entre os inscritos, 828.923 solicitaram isenção de taxa. Outros 530.797 são estudantes concluintes da rede pública, cuja inscrição é efetuada gratuitamente, sem geração de boleto bancário pelo sistema on-line de inscrições. Há inscritos de 5.554 municípios brasileiros, em todas as 27 unidades da Federação.

Isenção de taxa - Não há prazo para o interessado solicitar isenção de taxa. Até o término das inscrições para o Enem 2009, às 23h59 do dia 17 de julho, o inscrito tem a opção de se declarar pertencente a família de baixa renda. É necessário que o usuário preste atenção à tela que lhe oferece essa opção dentro do sistema, pois nela há duas alternativas: gerar boleto bancário ou solicitar a isenção de taxa. Estudantes concluintes de escolas públicas não precisam se preocupar com isso, pois ao informarem sua rede de ensino, serão inscritos gratuitamente de forma automática.

O diretor de avaliação da educação básica do Inep, Heliton Tavares, tranquiliza os potenciais interessados e informa que não há nenhum problema no portal do Inep ou no do Ministério da Educação, que opera a 30% de sua capacidade máxima."Nossos servidores estão preparados para receber a demanda. Qualquer dificuldade de acesso que os interessados tenham encontrado ou ainda estejam enfrentando se deve a problemas locais de conexão", esclarece. "Haverá tempo suficiente para que todos superem eventuais entraves locais na conexão e efetuem sua inscrição com sucesso", garante o diretor.

veja também