MENU

Escola da cobra mensalidade atrasada pregando boleto na roupa

Escola da cobra mensalidade atrasada pregando boleto na roupa

Atualizado: Quarta-feira, 7 Dezembro de 2011 as 3:51

Um jardim de infância clandestino na cidade de Salta, Argentina, foi fechado após os donos do local pregarem um boleto de mensalidade atrasada na roupa de uma aluna de 3 anos e a mandarem para casa. A menina pegou um ônibus e foi fotografada pelos passageiros, que, surpresos, colocaram a foto na internet.

Segundo o jornal “Clarín”, o irmão mais velho da menina foi buscá-la na escolinha na última quinta-feira (30) e voltou de ônibus para casa, sem perceber o que estava acontecendo. A foto correu a internet e agentes do governo local foram visitar a escola. Ao chegarem lá, descobriram que o jardim não tinha autorização para funcionar. Após terem a entrada negada pelo dono, a polícia foi chamada e o lugar, lacrado.

A mensalidade era de 150 pesos (cerca de R$ 63). A passageira que tirou a foto disse à rede de notícias TN que acredita que a criança foi exposta. "Na última quinta-feira, a menina subiu [no ônibus] e se sentou à minha frente. Me chamou a atenção o papel que havia em seu peito. Tirei uma foto sem que ela percebesse, disse. 

Na escola, havia salas para crianças de dois, três e quatro anos de idade. Ao jornal argentino, pais relataram que a unidade funcionava há seis anos.

veja também