MENU

Escola Estadual conquista medalha de prata na Olimpíada Nacional em História do Brasil

Escola Estadual conquista medalha de prata na Olimpíada Nacional em História do Brasil

Atualizado: Quinta-feira, 28 Outubro de 2010 as 11:12

O evento é promovido pelo Museu Exploratório de Ciências da Unicamp para alunos do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e demais séries do Ensino Médio de escolas públicas e particulares de todo o País

Uma equipe da Escola Estadual Profº Darcy Silveira, do município de Colina, na região de Barretos, foi premiada com a medalha de prata na II Olimpíada Nacional em História do Brasil, promovida pelo Museu Exploratório de Ciências da Unicamp (Universidade de Campinas). Formada pelas alunas Drielly Nayara Thomaz Martins, Rafaela Pereira dos Reis e Beatriz Alves Rodrigues, a equipe se destacou dentre as mais de 10 mil participantes na Olimpíada, formadas por alunos dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e dass demais séries do Ensino Médio de escolas públicas e particulares de todo o País.

"Tivemos oito equipes da nossa escola participando da Olimpíada. Todas se reuniam no contraturno para estudar em grupo. Foi um trabalho maravilhoso, porque integrou toda a escola, inclusive professores de outras disciplinas", conta Suzel Jirardi, professora de história e geografia da E.E. Profº Darcy Silveira e orientadora da equipe medalhista. Para ela, a competição é um desafio que ajuda a despertar nos estudantes o gosto pela disciplina, propondo uma nova visão sobre o estudo da história. "Eles têm acesso a um rico acervo de documentos e sobre fatos históricos pouco explorados no dia a dia em sala de aula, o que os incentiva a pesquisar, buscar informações como verdadeiros historiadores", observa.

Para Drielly, de 17 anos, foi uma experiência muito rica, além de uma surpresa a conquista da medalha, já que ela não imaginava que pudesse chegar tão longe na competição. "Nossa intenção mesmo era formar um grupo para estudar história já pensando no vestibular. Foi uma emoção muito grande, só vivendo para saber", comenta a estudante, que cursa o 3º ano do Ensino Médio na E.E. Darcy Silveira, assim como suas companheiras de equipe. Ela diz que gosta bastante de história, mas prefere exatas, por isso irá prestar vestibular para arquitetura. "Que também envolve história, no estudo da arquitetura antiga", complementa.

 Como prêmio, além da medalha de prata, concedida aos integrantes da equipe, a escola também receberá doação de livros para seu acervo e a assinatura da Revista de História da Biblioteca Nacional, por um ano.

A Olimpíada compreendeu seis fases, sendo cinco virtuais (on-line) e uma presencial (final), nas quais as equipes, formadas por três estudantes e um professor orientador, tiveram de resolver problemas propostos pela organização, que envolveram questões, pesquisas e tarefas a serem cumpridas. Dentre as 300 equipes que chegaram à final da competição, 16 delas eram representantes de escolas da rede estadual paulista, tendo sido a EE Darcy Silveira a única medalhista. As demais foram agraciadas com menção honrosa.

veja também