MENU

Estudantes chilenos questionam afirmação de que 70 mil perderam ano

Estudantes chilenos questionam afirmação de que 70 mil perderam ano

Atualizado: Terça-feira, 20 Setembro de 2011 as 4:23

O porta-voz dos estudantes do Chile, Freddy Fuentes, pediu para que as autoridades especifiquem quem são os 70 mil alunos que, de acordo com uma declaração do presidente Sebastián Piñera, já perderam o ano letivo devido às mobilizações estudantis.

Ontem, Piñera afirmou que "70 mil estudantes não quiseram e nem facilitaram o caminho e é muito doloroso ver como 70 mil alunos vão perder seu ano letivo".

Em entrevista à rede estatal Televisión Nacional de Chile (TVN), Fuentes afirmou que "queremos que [as autoridades] sejam específicas no momento de dar esses anúncios". Segundo ele, ainda não está claro quem são esses estudantes.

O dirigente também criticou o plano "Salvemos o Ano Letivo", garantindo que ele exclui alguns estudantes, que não leva em conta os estágios profissionais e que desde o começo "era pouco provável funcionar".

Segundo ele, a solução seria um plano que envolvesse diálogo entre a direção dos colégios e os professores.

O porta-voz da Coordenação Nacional dos Estudantes Secundaristas, Rodrigo Rivera, concordou que "a situação é um pouco menos complexa do que o governo quer mostrar".

Os estudantes entregarão durante o dia de hoje sua resposta às propostas do governo.      

veja também