MENU

Física e química preocupam os alunos no último dia de provas da UPE

Física e química preocupam os alunos no último dia de provas da UPE

Atualizado: Terça-feira, 6 Dezembro de 2011 as 11:34

O terceiro e último dia do vestibular da Universidade de Pernambuco tem provas de história, sociologia, física e química, sendo as duas últimas matérias a preocupação dos feras, mesmo daqueles que se dizem calmos nesta terça-feira (6). Quase 40 mil candidatos disputam as 2.864 vagas disponíveis pelo vestibular tradicional.

As irmãs Dayane e Diana da Silva fazem prova na

mesma sala (Foto: Katherine Coutinho/G1) As irmãs Dayane e Diana da Silva, de 16 e 18 anos, estão ansiosas, apesar de terem um fator tranquilizante: as duas estão fazendo provas na mesma sala, com apenas uma cadeira entre elas. "Hoje é a prova de física", diz, preocupada, Diana, que quer cursar ciências biológicas. "As provas de hoje podem ser decisivas para mim", comenta Dayane, que tenta uma vaga em medicina. "É um curso concorrido, não tenho certeza se vou passar", completa.

Tentando uma vaga em medicina também, Vannessa Matias está mais preocupada é com a prova de química. "Eu sempre tive um pouco mais de dificuldade", justifica a jovem de 19 anos, que contava com a presença dos pais, José Matias e Maria Vandeílson, antes da prova. "Não custa nada a gente trazer, mimar um pouco", afirma o comerciante José Matias. "Ter eles aqui me deixa um pouco mais calma mesmo", acredita Vannessa.

Thabata Amaral (C), irmã e primos aguardam

provas da UPE (Foto: Katherine Coutinho/G1) A presença da família também tranquiliza Thabata Amaral, de 18 anos. Ela vai fazer provas no mesmo lugar da irmã, Jéssica Amaral, de 22 anos, e dos primos Felipe Lima, de 16, Humberto de Oliveira, de18, e Charny Neto, de 18. "Me tranquilizou muito, mas me preocupa as provas de história e química", conta Thabata, que tenta uma vaga em odontologia. "Eu acho mais preocupante física e química", diz Humberto, candidato a engenharia civil. Charny e Jéssica estavam tranquilos. "Depois da prova da Federal [Universidade Federal de Pernambuco], a gente relaxa um pouco", acredita Charny, que concorre a uma vaga em direito, em Arcoverde.

Por ser o último dia de provas, Paulo Henrique Pereira, de 18 anos, se diz um pouco mais tranquilo. "Apesar de ter física e química, depois de dois dias de prova, você acaba relaxando um pouco", acredita Paulo, que busca uma vaga em engenharia civil. Luiz Pedro da Silva, de 18 anos, concorda com o amigo. "Você fica é cansado, mas depois de domingo e segunda, você já sabe como são as coisas", explica.        

veja também